SPONSORS:

A Auvo faz a gestão e controle de equipes em trabalhos externos

- 11 de janeiro de 2017
auvo

Nome:
Auvo.

O que faz:
É uma ferramenta para gestão e controle de equipes externas.

Que problema resolve:
Com ela, o gestor consegue saber em tempo real a localização da equipe, agendar tarefas, controlar a quilometragem percorrida por ela e recebe relatórios de atividades com horários, fotos, formulários e assinaturas.

O que a torna especial:
Por meio dos relatórios de performance, o gestor consegue saber onde a equipe precisa melhorar mesmo à distância.

Modelo de negócio:
A mensalidade custa 30 reais por colaborador da empresa.

Fundação:
Abril de 2015.

Sócios:
Gabriel Rodrigues – CEO
Valmir Caixeta – COO
Danilo Silva – CTO
Alexandre Costa – CFO

Perfil dos fundadores:

Gabriel Rodrigues – 27 anos, Goiânia (GO) – formado em Publicidade e Propaganda pela PUC-GO. Já trabalhou como gestor de marketing em grandes empresas do Estado de Goiás e foi diretor executivo da Pctel.

Danilo Silva – 30 anos, Goiânia (GO) – formado em Engenharia de Software pela Uni Anhanguera. É desenvolvedor mobile com mais de 10 anos de experiência. Trabalhou na LG sistemas.

Valmir Caixeta – 26 anos, Goiânia (GO) – formado em Engenharia de Software pela UFG. Trabalhou na Indra como desenvolvedor web e é responsável por projetos na área de logística.

Alexandre Costa – 51 anos, Goiânia (GO) – é empreendedor serial, já montou mais de 10 empresas e foi o CEO da Pctel. Foi dono da primeira empresa incubada pelo CEFET no Estado de Goiás e possui grande experiência em finanças.

Como surgiu:
Os quatro sócios eram executivos na Pctel e tinham dificuldades de gerenciar a equipe de campo da empresa. Quando resolveram criar uma ferramenta para atender a demanda interna, perceberam o potencial da ideia e decidiram deixar o antigo trabalho.

Estágio atual:
A plataforma tem mais de 3 mil usuários ativos, escritório próprio e 11 pessoas trabalhando na equipe.

Aceleração:
Participa do programa de aceleração da ACE.

Investimento recebido:
Um aporte de 100 mil reais.

Necessidade de investimento:
Os sócios vão captar recursos a partir de março, mas ainda não têm valor definido.

Mercado e concorrentes:
“O mercado é gigante. Segundo dados disponíveis na internet via Empresômetro, no Brasil existem mais de 6 milhões de empresas com funcionários externos, trazendo um mercado de mais de 10 bilhões de reais”, diz o CEO, Gabriel. A concorrência, de acordo com ele, é formado por Repsly, Goon e geoOP.

Maiores desafios:
Manter a cultura da empresa, na medida em que a empresa ela cresce rapidamente, segundo os sócios. “Odiamos burocracia e queremos manter nossa empresa assim”, diz Gabriel.

Faturamento:
O último foi de pouco mais de 70 mil reais.

Previsão de break-even:
Julho de 2016.

Visão de futuro:
“Nós queremos ser a maior empresa fornecedora de produtos de mobilidade para o mercado B2B do mundo”, diz o CEO.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Mas, se você tem uma ideia e ainda não sabe como estruturá-la em uma estratégia de negócios, escreva para mentoria@projetodraft.com e conheça nosso novo serviço de Mentoria.