SPONSORS:

A Brainconsulting conecta estudantes a empresas para que eles resolvam problemas pontuais das companhias

- 29 de setembro de 2017
brainconsulting_logo

Nome:
Brainconsulting.

O que faz:
É uma plataforma que conecta estudantes a empresas que buscam soluções para seus problemas e desafios. Entre os projetos desenvolvidos por intermédio da startup, por exemplo, houve a elaboração de um manual de procedimentos operacionais padrão para o atendimento de clientes de uma empresa de assistência à saúde popular; e a criação de um plano de vendas para a lanchonete de uma faculdade.

Que problema resolve:
É uma maneira mais fluida de trazer sugestões de inovação para as empresas, pois não parte de um processo interno convencional. Para os alunos participantes, é uma forma de aproximá-los do dia a dia de suas futuras profissões.

O que a torna especial:
Segundo o fundador, quatro profissionais habilitados fazem a mentoria dos estudantes e auxiliam na elaboração de estratégias para atender os clientes.

Modelo de negócio:
A startup fica com 20% do valor pago pelos projetos que transitam na plataforma, os mentores com 30% e os alunos envolvidos, com 50%.

Fundação:
Maio de 2016.

Sócio:
Fernando Roberto do Amaral — fundador

Perfil dos fundadores:

Fernando Roberto do Amaral — 38 anos, Natal (RN) — é formado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e pós-graduado em Finanças pela FGV. É  sócio-diretor da Financial Bureau Consulting, diretor da clínica Prorim e professor na FGV e na UFRN.

Como surgiu:
Como professor, Fernando percebeu que era preciso aproximar a teoria da prática e criou a plataforma.

Estágio atual:
A startup tem 50 usuários ativos e cinco empresas parceiras.

Aceleração:
A Brainconsulting está em busca de aceleração.

Investimento recebido:
Foram investidos 45 mil reais pelo próprio fundador.

Necessidade de investimento:
A Brainconsulting busca captar cerca de 60 mil reais para investir em funcionários, publicidade e materiais promocionais.

Mercado e concorrentes:
Fernando acredita que o mercado é pouco explorado. A seu ver, seus concorrentes são as centrais de estágio tradicionais.

Maiores desafios:
“A maior dificuldade é com a área de vendas, pois meu forte não é este”, diz o fundador.

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
Outubro de 2018.

Visão de futuro:
“Tenho total convicção de que o futuro é disruptivo, co-work e sem fronteiras. O mercado de trabalho e aprendizado não é mais limitado por espaço-tempo, mas é virtual e compartilhado”, afirma Fernando.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Mas, se você tem uma ideia e ainda não sabe como estruturá-la em uma estratégia de negócios, escreva para mentoria@projetodraft.com e conheça nosso novo serviço de Mentoria.

Veja também: