SPONSORS:

A Decoradornet é uma plataforma de atendimento online de projetos de decoração

- 16 de junho de 2017
decoradornet

Nome:
Decoradornet.

O que faz:
É uma plataforma de atendimento online de projetos de decoração.

Que problema resolve:
O objetivo, segundo os fundadores, é democratizar o mercado de decoração por meio do atendimento online, o que oferece possibilidade de contratar profissionais por valores menores.

O que a torna especial:
O site oferece um sistema de matching feito entre os cadastros dos clientes e decoradores, desta forma o cliente já recebe sugestões de profissionais que se identificam mais com seu perfil. A plataforma funciona da seguinte maneira: o cliente se cadastra, escolhe o profissional para enviar a ficha do ambiente a ser decorado, aprova orçamento e ambos começam a conversar via mensagem. Quando receber o projeto pronto, o consumidor tem um memorial descritivo detalhado de cada espaço e um link para compra dos móveis e objetos de decoração especificados pelo profissional.

Modelo de negócio:
A plataforma .

Fundação:
Março de 2017.

Sócios:
Mariana Albuquerque – Co-fundadora
Guilherme Ommundsen – Co-fundador

Perfil dos fundadores:

Mariana Albuquerque – 36 anos, São Paulo (SP) – formada em Arquitetura. Após experiências em escritórios de arquitetura de São Paulo, está a frente de seu escritório há 10 anos desenvolvendo projetos residenciais, corporativos e comerciais.

Guilherme Ommundsen – 45 anos, São Paulo (SP) – formado em Engenharia. Ao longo da carreira, passou pela área comercial e de desenvolvimento de algumas empresas multinacionais, inclusive com experiências internacionais. Se juntou a Mariana para fundar o Studiodwg de Arquitetura.

Como surgiu:
A ideia da plataforma urgiu a partir de uma necessidade interna do Studiodwg, escritório de arquitetura dos sócios. Lá atrás, em 2010, eles abriram uma frente de atuação com a internet, para viabilizar o atendimento online. No final de 2015, depois de muitos projetos online entregues, decidiram abrir a plataforma para todos os profissionais do mercado.

Estágio atual:
A empresa funciona de um escritório próprio em São Paulo, com mais de 150 profissionais cadastrados em dois meses.

Aceleração:
Não teve.

Investimento recebido:
Investimento próprio de 450 mil reais, aproximadamente.

Necessidade de investimento:
Há planos, mas o valor não foi informado.

Mercado e concorrentes:
“Este mercado tem ampliado muito principalmente devido ao entendimento do público com relação à dificuldade de se obter bons resultados decorando por conta própria.No entanto, a dificuldade de se oferecer serviços de decoração por preços mais acessíveis continua crescendo, nosso custo Brasil é muito alto”, diz Mariana. Para ele, não há concorrentes diretos do Decoradornet, pois outros estúdios de arquitetura e design também podem utilizar a plataforma normalmente.

Maiores desafios:
“Mostrar para o profissional que ele pode atender online sem desvalorizar seu trabalho e obter uma fonte de renda adicional. Além disso, transmitir segurança para o cliente que ele receberá o que está contratando com qualidade”, segundo a co-fundadora.

Faturamento:
Ainda não fatura.

Previsão de break-even:
Em um ano.

Visão de futuro:
“Queremos ser a plataforma online que executa e entrega o maior número de projetos de decoração dentro de um mês sem desenvolver projetos internamente”, diz Mariana.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Mas, se você tem uma ideia e ainda não sabe como estruturá-la em uma estratégia de negócios, escreva para mentoria@projetodraft.com e conheça nosso novo serviço de Mentoria.

Veja também:

Fazer móveis exclusivamente para pets é a aposta da Beijo de Focinho

- 29 de setembro de 2017
Silvia e Sandra criaram a Beijo de Focinho com foco no mercado de alta decoração.

O Studio dLux formou uma rede de makers para dar conta da demanda por design aberto – que só cresce

- 1 de junho de 2017
Denis, da Studio dLux, conta como seu business amadureceu, e ramificou-se, nos últimos dois anos.

Era um app, virou projeto, virou empresa: hoje a Favelar faz reformas sustentáveis nas comunidades do Rio

- 31 de outubro de 2016
Fábio e Millena, os fundadores da Favelar: a empresa nasceu como projeto de aplicativo, evoluiu, inspirou-se em iniciativas de sucesso e está finalmente operando e começando a crescer.