A MaturiJobs busca oportunidades de emprego para maiores de 50 anos

- 9 de dezembro de 2016
maturijobs_logo

Nome:
MaturiJobs.

O que faz:
A plataforma conecta pessoas acima de 50 anos com oportunidade de trabalho, desde trabalho formal até voluntariado.

Que problema resolve:
O foco dos sócios é oferecer oportunidades de trabalho para pessoas que têm dificuldades nessa procura pela faixa etária. As empresas interessadas buscam os candidatos diretamente na plataforma.

O que a torna especial:
Um dos diferenciais da plataforma é a sua intenção de formar uma comunidade, com profissionais e empresas abertas a repensar o mercado de trabalho para pessoas acima dos 50 anos.

Modelo de negócio:
Hoje há planos freemium para empresas. Elas podem publicar vagas gratuitamente, mas há também planos pagos com serviços adicionais como acesso ao banco de dados, vagas em destaque, ferramenta de filtro e seleção, triagem de candidatos etc. Dos candidatos não é cobrado nada.

Fundação:
Junho de 2015.

Sócios:
Mórris Litvak Jr – CEO e responsável pela tecnologia

Perfil do fundador:

Mórris Litvak Jr – 34 anos, São Paulo (SP) – formado em Engenharia de Software pela FIAP. Foi empreendedor social após vender uma empresa que tinha com seu pai e começou a estudar envelhecimento e longevidade no Brasil, fazendo curso de Gestão em Inovação Social pelo Amani Institute em 2015 e empreendedorismo e inovação no início deste ano em Tel Aviv, Israel.

Como surgiu:
Mórris conta que juntou uma experiência de trabalho voluntário em uma instituição de longa permanência para idosos em 2011, a venda da sua empresa anterior em 2012 e o falecimento de sua avó paterna em 2013, para iniciar o projeto Conectando Gerações, em 2014. A ideia era conectar jovens a idosos institucionalizados, mas depois ela pivotou para virar a MaturiJobs, em 2015.

Estágio atual:
Hoje a equipe conta com três pessoas full time e opera do Impact Hub, em São Paulo. Há mais de 5 mil pessoas cadastradas na plataforma, além de 200 empresas.

Aceleração:
Atualmente, a startup passa pelo ciclo de aceleração atual da Yunus Negócios Sociais Brasil, buscando formas de receita recorrente e impacto escalável a longo prazo, com intenção de começar a operar fora do Brasil em dois anos.

Investimento recebido:
Não houve investimento externo.

Necessidade de investimento:
A startup necessita de um investimento em torno de 350 mil reais para contratar um time e investir em marketing e tecnologia.

Mercado e concorrentes:
“As oportunidades são muitas porque nosso público é a faixa que mais cresce no país e a reforma da previdência está trazendo a tona essa questão, por isso estamos começando a ser procurados por grandes empresas”, diz o sócio-fundador. Para ele, os maiores concorrentes são sites como Catho, LinkedIn, InfoJobs, mas nenhum deles tem uma proposta focada no público acima dos 50 anos.

Maiores desafios:
Segundo Mórris, a principal barreira a ser derrubada é “o preconceito de empresas de todos os portes com relação a idade, fruto de uma cultura que valoriza os mais jovens e acredita que os mais velhos são mais caros ou estão desfasados, assim como a diminuição de empregos em geral devido à crise econômica”.

Faturamento:
Ainda não fatura.

Previsão de break-even:
Não informada.

Visão de futuro:
“Queremos que mais do que um site de empregos, a MaturiJobs seja um local de referência para que as pessoas possam buscar trabalho e também oferecer seus serviços”, diz Mórris.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Mas, se você tem uma ideia e ainda não sabe como estruturá-la em uma estratégia de negócios, escreva para mentoria@projetodraft.com e conheça nosso novo serviço de Mentoria.