SPONSORS:

A My.Café vende blends de café baseados no “humor” do cliente

- 10 de novembro de 2017
mycafe_logo

Nome:
My.Café.

O que faz:
Produz café expresso em cápsulas compatíveis com o sistema Nespresso.

Que problema resolve:
Segundo os sócios a ideia é oferecer opções de café gourmet que vão além da diferenciação entre forte e fraco e ser uma opção mais barata às cápsulas da Nespresso.

O que a torna especial:
O negócio possui blends com sabores relacionados ao “humor” do cliente ou ao que ele está buscando, sendo eles: my.power (energia), my.turn (transformação), my.harmony (equilíbrio) e my.time (tranquilidade).

Modelo de negócio:
A startup lucra com a venda das cápsulas em sua plataforma online, com preço médio de 1,60 real a unidade na embalagem com 12. Além disso, disponibiliza uma assinatura mensal de seus produtos com valores que variam conforme a composição e quantidade do pacote.

Fundação:
Dezembro de 2016.

Sócios:
André Cossi Veneziani — Diretor Executivo
Marcus Ivan Kurle — Diretor Comercial
Ludger Tamaoki — Diretor de Marketing
João Aleixo — Diretor de Suprimentos

Perfil dos fundadores:

André Cossi Veneziani — 34 anos, São José dos Campos (SP) — é formando em Administração de Empresas pelo Mackenzie, pós-graduado em Business pelo Insper e com MBA Executivo Internacional pela FIA. Trabalhou na Embraer, Mckisney, Itapu e Zurich Seguros.

Marcus Ivan Kurle — 31 anos, Ribeirão Preto (SP) — é formado em Administração de empresa pela Faculdade Estadual de Londrina. Tem passagem pela Novartis, TetraPak e Coesia.

Ludger Tamaoki — 33 anos, Presidente Prudente (SP) — é formado em Desenho Industrial e Programação Visual pela PUC-PR. É sócio-fundador da Brainbox Branding 360, onde atua como diretor de inovação e embalagem.

João Aleixo — 36 anos, Mogi Mirim (SP) — é formando em Engenharia Química pela USP, pós-graduado em Administração de Empresas pela FAAP e com MBA Executivo Internacional pela FIA. Trabalhou nas empresas Votorantim, UPL e DVA.

Como surgiu:
A ideia surgiu, em 2016, no momento do cafezinho (quando mais poderia ser?), enquanto André, João e Marcus realizavam um MBA. Eles perceberam como esse momento de pausa era impactante em suas vida e quiseram criar algo que proporcionasse o mesmo prazer para outras pessoas. A proposta se tornou o trabalho de conclusão de curso do trio e, aos poucos, foi se transformando e tomando forma. Junto com o quarto sócio, Ludger Tamaoki, conseguiram desenvolver um formato e uma proposta de valor para o negócio.

Estágio atual:
A My.Café foi lançada em setembro e está prospectando clientes.

Aceleração:
Não teve.

Investimento recebido:
Os empreendedores investiram 500 mil reais de recursos próprios.

Necessidade de investimento:
O negócio tem planos de buscar investimento de 1 a 2 milhões de reais no ano que vem, com o intuito de ampliar a capacidade comercial, o marketing e a plataforma de produtos.

Mercado e concorrentes:
“Em 2015, no Brasil, o consumo de cápsulas de café movimentou cerca de 1,5 bilhão de reais e esperamos que o mercado duplique até o final dessa década”, diz André. Ele lista como concorrente as marcas: Mocatto, Suplicy, Nau, Nestle, Pilão, Três Corações e Delta.

Maiores desafios:
“Nosso maior desafio está no ecossistema atual de startups no Brasil que foca muito em empresas que receberam aportes altos”, afirma o CEO.

Faturamento:
Os sócios pretendem fechar o ano em 75 mil reais.

Previsão de break-even:
Primeiro semestre de 2018.

Visão de futuro:
“Queremos provocar as pessoas para refletirem sobre seu momento ou estado de espírito através do café. Também pretendemos ampliar nossa plataforma para produtos, serviços e conteúdo que forneçam aos nossos clientes ferramentas para que alcancem sua melhor versão”, diz André.

Onde encontrar:
Site
Contato

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Mas, se você tem uma ideia e ainda não sabe como estruturá-la em uma estratégia de negócios, escreva para mentoria@projetodraft.com e conheça nosso novo serviço de Mentoria.

Veja também:

Ele errou em quase tudo. Mas a ideia era boa e está dando certo: um clube de café por assinatura

- 4 de junho de 2015
Felipe, que "errou em tudo" na Have a Coffe, em uma expedição a uma das 30 fazendas produtoras parceiras.