SPONSORS:

A Rent a Bag oferece aluguel de malas de viagem e promoções com parceiros

- 23 de março de 2016
rentabag

Nome:
Rent a Bag.

O que ela faz:
A empresa tem uma plataforma que oferece aluguel de malas de viagens.

Que problema resolve:
O objetivo é evitar a compra de malas, que ficam a maior parte do tempo guardadas e sem uso, e fazer o cliente gastar só durante o período em que precisa delas.

O que a torna especial:
Todas as malas oferecidas na plataforma são de alta qualidade, rígidas feitas de fibra de policarbonato com 4 rodas e giro 360 graus, de marcas internacionalmente reconhecidas, como Samsonite e Delsey. A Rent a Bag ainda tem parcerias com a Avianca (a cada 20 malas alugadas é possível trocar por uma passagem aérea através de pontos no Programa Amigo), TAP e TAM. Os clientes recebem as malas em casa com data e hora marcada com dois dias de antecedência da viagem e retornam após o término da viagem.

Modelo de negócio:
As malas podem ser alugadas por períodos de 7, 10, 20 ou 30 dias. Caso ocorra algum problema com a mala durante a viagem, a responsabilidade pelo conserto é toda da Rent a Bag.

Fundação:
Março de 2014.

Sócios:
Domingos Coppio – CEO
Rosangela Casseano – Sócia

Perfil dos fundadores:

Domingos Coppio – 50 anos, São Paulo (SP) – formado em Análise de Sistemas pela FASP e Comunicação Social pela FAAP. Foi gestor de TI por mais de 20 anos, trabalhou em multinacionais como Ford, Volkswagen e instituições financeiras de grande porte ABN AMRO Bank e Banco Santander.

Rosângela Casseano – 48 anos, São Paulo (SP) – formada em Psicologia pela Universidade de Guarulhos. É psicóloga máster pratictioner em Programação Neurolinguista, coach em empresas e carreiras, e também faz atendimento clinico em consultório particular.

Como surgiu:
Domingos estuda empreendedorismo há mais de 20 anos, sempre atento a novas oportunidades de negócio. Uma de suas descobertas foi uma empresa nos Nos Estados Unidos, que faz locação de vários produtos. entre eles malas de viagem. No Brasil, ele não encontrou concorrentes de peso, principalmente em São Paulo, e por isso decidiu aproveitar o nicho para investimento e transformar a ideia em negócio.

Estágio atual:
A empresa atende clientes da cidade de São Paulo e grande São Paulo. Ela é parceira da Avianca, TAP, Assist Card, Hubert, Samsonite e Delsey. Os sócios estão no processo final de formatação da Rent a Bag Franchising, e querem iniciar a operação piloto da franquia até abril de 2016.

Aceleração:
Atualmente, ela faz parte do programa de aceleração da 4 Legacy. Ficou em segundo lugar no evento Encontre um Anjo 2015, organizado pela revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios, Anjos do Brasil e pelo Insper.

Investimento recebido:
Recebeu um aporte de um investidor-anjo em torno de 160 mil reais.

Necessidade de investimento:
Os sócios estão avaliando a entrada de novos investidores no negócio para expansão do modelo de negócio através de franquias para todo o Brasil. O valor de investimento está entre 300 mil reais e 500 mil reais.

Mercado e concorrentes:
“Estamos em um mercado de 110 milhões de passageiros e no momento, em São Paulo, não temos concorrentes diretos, mas os indiretos são as lojas de vendas de malas, ou o empréstimo informal de malas por amigos e parentes”, diz o CEO. A GetMalas e a Aluga Mala oferecem um serviço semelhante.

Maiores desafios:
Encontrar parceiros de grande porte e investidores externos, além de divulgação da possibilidade das pessoas em alugar malas em vez de comprar. Divulgar o conceito de alugar a mala sempre que a pessoa tiver a necessidade para uma viagem.

Faturamento:
Em torno de 15 mil reais.

Previsão de break-even:
Até o final de 2017, com a implantação de pelo menos 15 unidades franqueadas.

Visão de futuro:
Expandir o modelo de negócios através de franquias. “Pretendemos, em cinco anos, ter 200 franquias Rent a Bag por todo o Brasil no modelo home office”, diz Domingos.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Veja também:

Em dois anos, o Mais Asas mudou de foco, de cidade, foi acelerado e pagou dívidas. Agora, está com novo fôlego

- 22 de fevereiro de 2017
Isabella Cunha e Bernard Biton, os sócios da +Asas, trocaram o Rio por São Paulo para acelerar o negócio de roteiros turísticos e focaram em clientes corporativos.