SPONSORS:

A Resolve Para Mim tem um assistente no celular para ajudar usuários com tarefas

- 6 de junho de 2016
resolveparamim

Nome:
Resolve Para Mim.

O que faz:
É uma plataforma online que oferece assistência pessoal, por meio do WhatsApp e e-mail, para ajudar os usuários a resolverem tarefas diárias.

Que problema ela resolve:
A startup aposta na falta de tempo do usuário para algumas atividades. Os principais serviços são: pessoal (renovação de documentos, agendamento de compromissos médicos, compras de produtos, serviços de pegue e leve), consertos e reparos (ar condicionado, marcenaria, telefonia, chaveiro etc) e assistência a pequenas e médias empresas.

O que a torna especial:
O assistente disponível para os usuários também busca as melhores opções de preços para alguns serviços.

Modelo de negócio:
Toda tarefa tem um custo mínimo de 9,90 reais. A empresa atua como um marketplace curado, no qual entram profissionais selecionados. Quando a tarefa envolve um serviço de um profissional homologado, é cobrada uma taxa de 10% do fornecedor.

Fundação:
Julho de 2015.

Sócios:
Raquel Jesi – Sócia e diretora
Pedro Camanho – Sócio e diretor

Perfil dos fundadores:

Pedro Camanho – 30 anos, Rio de Janeiro (RJ) – formado em Ciência Ambiental na Universidade da Columbia Britânica, Canadá e certificado em finanças (CFA). Tem quatro anos trabalhando com crédito de carbono, um ano com uma editora de livro, e mais um ano com mercado financeiro.

Raquel Jesi – 26 anos, São Paulo (SP) – formada em Administração e Turismo pela Universidade Capilano, no Canadá. Trabalhou em um café canadense, foi concierge no Hotel Fairmont, e tem dois anos de experiência em marketing em agências de viagens.

Como surgiu:
Os sócios tiveram a ideia de uma necessidade diária. Ambos tinham dificuldades de terminar algumas tarefas do dia a dia. “Por isso tivemos a ideia de criar uma empresa que pudesse conectar as pessoas aos profissionais freelancers de diversas áreas. Após estudarmos o mercado, percebemos que haviam empresas que já faziam isso aqui, como o GetNinjas, tornando o mercado saturado”, conta Raquel. Então, no começo de 2015, após se deparar com uma notícia de uma empresa que fazia um serviço de secretária pessoal, ela e Pedro decidiram investir nesse modelo.

Estágio atual:
Hoje a empresa funciona em um espaço de co-working. Há mais de 1 400 usuários cadastrados na plataforma.

Aceleração:
Foi aceita no programa de aceleração Inovativa, do ministério do Desenvolvimento, Industria e Comercio Exterior em parceria com o Sebrae e Senai.

Investimento recebido:
A empresa recebeu um aporte da ordem de 150 mil reais.

Necessidade de investimento:
Os sócios estão buscando uma nova rodada, entre 400 mil reais e 500 mil reais.

Mercado e concorrentes:
“O mercado de assistente pessoal sob demanda é novo, e sentimos que estamos participando da criação de um mercado”, diz Pedro. O sócio aponta alguns concorrentes que se dedicam a nichos específicos, como a Dr. Resolve, Iguana Fix e GetNinjas, além da Bespoke Life.

Maiores desafios:
Homologar profissionais suficientes e lançar um app. Os sócios também querem expandir a atuação para o Rio de Janeiro, Minas e outras cidades em breve.

Faturamento:
A expectativa de faturamento de 900 mil reais em 2016.

Previsão de break-even:
Fim de 2016.

Visão de futuro:
“Acreditamos no conceito de ‘conversational commerce’, onde o comercio acontece dentro do próprio e chat. Com isto esperamos conseguir unir a maioria das compras e serviços que o cliente queira contratar em um único chat.

Onde encontrar:
Site
Telefone: (11) 98930-8888

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua  iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Veja também:

A Contente e a arte de fazer anunciantes e consumidores felizes – ao mesmo tempo

- 22 de dezembro de 2014
Luiza Voll e Dani Arrais, as criadoras da Contente e do Instamission