“A glória é feita de medo, angústia, fracasso e depressão”

- 4 de novembro de 2016
Fábio Brandão conta como é angustiante, deprimente e irresistivelmente atraente mudar de carreira depois de 20 anos. "Ninguém joga contra, mas é difícil acreditar num comandante que nunca velejou."