“Eu não pude hackear o tempo. Minha única saída foi seguir em frente”

- 16 de dezembro de 2016
Rodrigo Bardin conta o que aprendeu no hiato de dois anos — em que ficou aprisionado ao sonho de morar fora, mas não tinha visto — tentando hackear o tempo (foto: Olivier Ramirez).