SPONSORS:

Ela queria fomentar conexões pelo mundo e criou um evento digital, o Creative Connection, que começa hoje

- 27 de julho de 2015
Germana Uchôa, do Espaço Garimpo, esta semana à frente do Creative Connections.
Germana Uchôa, do Espaço Garimpo, esta semana à frente do Creative Connections.

Ter o próprio negócio é o sonho de milhões de pessoas, mas o começo é sempre muito difícil. Não bastam persistência e uma grande ideia. São necessários plano estratégico, definição de metas e prazos e, também, criatividade e inovação. Para falar um pouco sobre este “caminho das pedras”, a plataforma Espaço Garimpo está promovendo um evento digital gratuito, que começa hoje (27) e vai até sexta (31), trazendo uma série de palestras de empreendedores falando sobre suas trajetórias profissionais. São mais de 50 convidados, todos brasileiros, mas alguns trabalhando em países como Inglaterra, Alemanha, Estados Unidos, Portugal e Itália. A programação completa com datas, horários e nomes dos palestrantes está disponível no site do evento. Para participar, basta fazer o cadastro online.

Fundada pela pernambucana Germana Uchôa, 43, a Espaço Garimpo é por si só também um case de empreendedorismo criativo. A plataforma foi criada em 2014, pouco tempo depois de Germana mudar do Recife para Göttingen, na Alemanha, onde foi para acompanhar o marido, que está cursando um doutorado por lá. E como nasceu a ideia do negócio? “Desde sempre, o que me move é a conexão entre as pessoas, a troca de conteúdo, experiências e a colaboração entre elas”, diz ela. No Creative Connection, ela conta com as parceiras Denise Neves, empreendedora digital (que mora na Inglaterra), e Luiza Barrocas, designer e também empreendedora (que fica no Recife).

Tela com a programação do evento: as palestras acontecem de diversos lugares do mundo. São gratuitas ao vivo, e pode-se pagar para assistir depois.

Tela com a programação de hoje do Creative Connections: as palestras são gratuitas ao vivo, e pode-se pagar para assistir depois.

Formada em Publicidade e Propaganda, a hoje empreendedora trabalhou com carteira assinada durante dez anos com marketing. Ainda como trainee, atuou na área de branding e pesquisa de mercado de uma grande multinacional. Depois que teve o primeiro filho, foi contratada para o setor de novos negócios de um dos maiores jornais da capital de Pernambuco. Ela tentou implementar novidades que não emplacavam, e percebeu que chegaria a hora de mudar:

“A burocracia impedia que eu transformasse os processos dentro da empresa. Não havia abertura para a inovação. Fiquei muito desmotivada porque todos meus projetos iam parar na gaveta”

Inquieta por natureza, Germana decidiu transformar radicalmente o rumo de sua carreira. “Queria continuar trabalhando com marketing, mas com um novo modelo de negócio”, relembra. Abriu então uma loja de roupas, a Ballux, com o conceito muito ligado na sustentabilidade. Foi seu primeiro passo em direção ao empreendedorismo.

QUANDO TER UM NEGÓCIO TE LEVA A TER OUTRO, E OUTRO

A experiência com o mundo da moda acabou levando a pernambucana ao seu segundo empreendimento. Em 2007, Germana vislumbrou que havia uma oportunidade no segmento, ainda inexplorada. Ela queria conectar todos os novos talentos da moda (estilistas) com outras áreas criativas. “Eu não acreditava que a moda funcionasse sem música, arte, cinema ou fotografia”, diz. Surgia então a Espaço Garimpo. O objetivo era ajudar outros empreendedores criativos a interagir e tornar seus negócios sustentáveis. Para tal, eram realizados eventos coletivos. No total, foram promovidas 18 edições da Espaço Garimpo em Recife. Germana lucrava com a comercialização dos espaços para estes encontros e ganhava ainda percentual sobre as vendas dos participantes. “Além da organização, eu fazia toda a divulgação”, diz, sobre o modelo de negócios.

Nos anos seguintes, a Espaço Garimpo ganhou uma dimensão tão grande que acabou se tornando um bistrô. Junto com uma sócia, Germana inaugurou um café, que juntava arte, gastronomia e moda.

O Espaço Garimpo, em Recife, passou a agregar tantas iniciativas que "expandiu" para o ambiente digital.

O Espaço Garimpo começou como um espaço físico no Recife, mas passou a agregar tantas (outras) iniciativas que “migrou” para o ambiente digital.

A partir de 2010, a pernambucana, ansiosa e irrequieta, percebeu que tinha potencial – e conhecimento — para auxiliar outros a colocar em prática seus sonhos.  “Vi que o que eu mais gostava era de ajudar as pessoas a aprender a fazer a coisa acontecer. Com isso, comecei a criar cursos, metodologias e ferramentas visuais para ensinar estes empreendedores criativos que não tinham nenhum know-how de gestão e muito menos de marketing”, conta.

No entanto, a agenda repleta de compromissos e a gravidez da terceira filha, Anita (o primogênito, Matheus, já era adolescente e Romeu tinha 4 anos) obrigaram Germana a repensar seu estilo de vida. Dava aulas em faculdade, fazia consultoria para o Sebrae e vivia um dia a dia de equilibrista. Ela resolveu que seria o momento de focar naquilo que realmente gostava e ampliar seu horizonte para além do Recife.

Em 2011, então, Germana foi selecionada para um reality show online, o Empreendedores Criativos, que era gravado em São Paulo. Durante o programa, ela e outros sete participantes recebiam ajuda de consultores de Economia Criativa para repensar seus negócios. “Foi um aprendizado muito rico. Me abriu diversas portas”, conta.

A experiência fora da terra natal foi tão compensadora, que ela batalhou por novas chances de expor a sua trajetória em meios e eventos nos quais ela também pudesse continuar aprendendo e criando conexões . Em 2012, venceu o Prêmio Internacional Jovens Empreendedores Criativos, na categoria Moda, promovido pelo British Council. Em Londres, junto com outros 30 selecionados do mundo todo, teve a oportunidade de visitar laboratórios criativos e incubadoras, e estar lado a lado com produtores de moda, estilistas, lojistas e jornalistas britânicos. No ano seguinte, participou do The Playable City. O intercâmbio reunia 14 profissionais do Recife e do Reino Unido e os convidava a repensar de maneira inovadora e interativa os espaços públicos urbanos.

HORA DE APOSTAR NO “FAÇA VOCÊ MESMO”

Com a trajetória internacional, Germana sentiu que seu expertise acumulado com o empreendedorismo e participação em tantos workshops e concursos não se restringia mais somente ao mundo da moda e das artes. A ida para a Alemanha, no ano passado, foi o empurrão para que ela seguisse por uma nova trilha:

“Resolvi colocar em prática uma ideia que já tinha há muito tempo, que era desenvolver uma plataforma de educação à distância para empreendedores e criativos”

Não é raro um empreendedor ter mais vontade do que propriamente preparo para colocar uma nova ideia em prática. Com Germana foi assim também: ela confessa que não tinha a menor ideia de como criar uma plataforma. Mas, também seguindo a cartilha maker, ela não teve dúvidas de que poderia descobrir como fazer isso sozinha — e achou que a melhor maneira seria colocando a mão na massa. De cara, fez cerca de 15 cursos digitais para ver como estes ambientes digitais funcionavam. Em seguida, Germana dispensou a empresa que cuidava de seu site anterior e ela mesma aprendeu como reprogramar a página.

A participação de Germana no programa Empreendedores Criativos abriu portas e mudou sua estratégia de negócios.

A participação de Germana no programa Empreendedores Criativos abriu portas e mudou sua estratégia de negócios.

Esta semana tem tudo para ser transformadora para ela, pois é quando o sonho e a realidade se encontram — trazendo consigo tanto o medo como a vontade que dê tudo certo.

O Creative Connection vai marcar o lançamento oficial da Espaço Garimpo nas redes, que passará enfim a oferecer cursos e workshops online. A empreendedora calcula que o investimento para a realização do evento chegará a cerca de 5 mil reais. Muito foi gasto para a divulgação paga em canais como Facebook, por exemplo. Até o momento em que conversou com o Draft, já eram 1 200 inscritos para assistir às palestras. A meta é que 3 000 pessoas participem.

Quem estiver conectado ao vivo, no momento dos bate-papos, não pagará nada por eles. Mas após a transmissão, o acesso ao conteúdo será cobrado. É neste momento que Germana aposta ter o retorno financeiro do investimento feito até aqui.

Todo o conteúdo gerado pelos 56 empreendedores nesta semana inteira estará disponível a qualquer instante para quem comprar o pacote Acesso Vip, que inclui ainda um curso de empreendedorismo criativo, o Jump, com dez módulos de aprendizado, baseados no conceito do Design Thinking. O curso também poderá ser adquirido separadamente.

Germana será uma das pessoas que vai compartilhar sua experiência na rede. Para ela, o empreendedorismo só trouxe ganhos para sua vida pessoal. “Com este novo modelo de negócio, hoje vivo os meus valores, tenho liberdade de tempo, geográfica, mobilidade e mais ainda, ajudo as pessoas a empreenderem com criatividade e inovação e compartilho novas experiências todo dia”, conta.

DRAFT CARD

Draft Card Logo
  • Projeto: Espaço Garimpo
  • O que faz: Plataforma digital de eventos online e cursos para criativos
  • Sócio(s): Germana Uchôa
  • Funcionários: apenas Germana
  • Sede: Recife e Göttingen
  • Início das atividades: 2007 como espaço, 2014 como plataforma digital
  • Investimento inicial: R$ 5.000 (no Creative Conections)
  • Faturamento: NI
  • Contato: germana@espacogarimpo.com
Veja também:

“Viver bem é questão de sintonia, de ritmo, e de não pedir açúcar, mesmo que o café pareça amargo”

- 13 de julho de 2018
O designer gráfico Cris Duarte conta como, após os 40, conheceu sua esposa, reinventou sua carreira e se mudou para a França, onde atende clientes em uma cafeteria a três minutos de sua casa.

“Todo mundo quer dinheiro para viver bem, mas precisamos do significado, do sentido das coisas”

- 12 de julho de 2018
Luiz Eduardo Serafim, head de marketing da 3M, fala sobre a cultura de inovação da empresa, sobre maneiras de entrar na era digital e sobre a importância do autoconhecimento para ser feliz.