SPONSORS:

FCA compartilha sua experiência com reúso de água em Seminário Internacional de Sustentabilidade

- 7 de novembro de 2017
O gerente de Meio Ambiente, Saúde e Segurança do Trabalho da FCA para a América Latina, Cristiano Felix, durante o 11º Seminário Internacional de Sustentabilidade, em Belo Horizonte.
O gerente de Meio Ambiente, Saúde e Segurança do Trabalho da FCA para a América Latina, Cristiano Felix, durante o 11º Seminário Internacional de Sustentabilidade, em Belo Horizonte.

Você já deve ter ouvido falar da “Agenda 2030”, aquele conjunto de objetivos definidos pela ONU em 2015 e adotadas por 193 países para preservar nosso planeta e permitir o desenvolvimento sustentável da humanidade. Ainda temos 13 anos para chegar lá e é importante que o progresso seja continuamente acompanhado e discutido entre as pessoas engajadas nessa nobre missão. Um desses encontros foi o 11º Seminário Internacional de Sustentabilidade, realizado pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) em Belo Horizonte (MG), nos dois últimos dias de setembro. O encontro é realizado desde 2000 e o tema desta edição foi “A Agenda 2030 e as Perspectivas para um Novo Mundo”.

Dezenas de líderes, profissionais e representantes governamentais e da sociedade civil se reuniram para discutir perspectivas, cenários e práticas para a adoção de todas as 169 metas dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), um plano ambicioso (como não poderia deixar de ser) que requer o compromisso e a parceria de empresas, sociedades e governos para fazer do mundo um lugar melhor até 2030 (como precisa ser), tendo em mente todos os chamados “5 Ps”: Pessoas, Planeta, Prosperidade, Paz e Parceria.

Seminario BH_2

Iconografia criada pela ONU para representar os objetivos de desenvolvimento sustentável.

“Nenhum ator é capaz de alcançar isoladamente o conjunto dos 17 ODS e suas 169 metas. Nenhuma meta pode ser alcançada sem parcerias plenas”, disse à Fiemg o secretário-executivo da Rede Brasil do Pacto Global, Carlo Pereira, frisando que os objetivos giram em torno das três dimensões do desenvolvimento sustentável: a econômica, a social e a ambiental. “A Agenda 2030 busca, entre outros objetivos, a prosperidade humana, a redução da pobreza, a erradicação da fome, o combate às desigualdades e a proteção do planeta e das pessoas”, disse na palestra de abertura do seminário o secretário de Articulação Nacional do Governo Federal, Henrique Villa da Costa Ferreira.

Um dos palestrantes do evento foi o gerente de Meio Ambiente, Saúde e Segurança do Trabalho da FCA para a América Latina, Cristiano Felix, que falou sobre a gestão estratégica da água nas plantas da FCA no continente, que é parte do objetivo número 6 da lista da ONU (“Garantir disponibilidade e manejo sustentável da água e saneamento para todos”). Além do programa de reúso da água, que garante o recírculo impressionante de 99,4% de todo o consumo do Polo Automotivo Fiat em Betim, Cristiano liderou outros importantes projetos de sustentabilidade na empresa, como o Aterro Zero e a Neutralização de Carbono. Só a redução no consumo de água nas plantas da FCA na América Latina desde 2010 foi de 59,2%.

“Seminários como este são oportunidades de compartilhar experiências e conhecimentos com foco na cooperação “, resumiu Felix. “Temos consciência da urgência de implementar os objetivos do Pacto Global, e as empresas têm papel importante nesse desafio”, ressaltou.

Dentre os temas debatidos nesta 11ª edição do seminário estavam “lideranças transformadoras”, “ética e integridade”, “direitos humanos, educação e cidadania na América Latina”, “os valores socioambientais e os novos padrões de produção e consumo”, “gestão estratégica da água e qualidade de vida” e “cidades criativas, inteligentes e sustentáveis”.

 

Esta matéria pode ser encontrada no Mundo FCA, um portal para quem se interessa por tecnologia, mobilidade, sustentabilidade, lifestyle e o universo da indústria automotiva. 

banner fca

Veja também: