SPONSORS:

A Memed gera prescrições médicas, gratuitamente, por uma plataforma e um app

- 18 de maio de 2016
memed

Nome:
Memed.

O que faz:
A empresa propicia a geração de prescrições médicas impressas baseada em consulta às bulas e informações de mais de 20 mil medicamentos disponíveis no mercado brasileiro pela Anvisa. Está disponível via web e mobile, de forma gratuita e exclusiva para médicos.

Que problema resolve:
Segundo o CEO, a Memed garante a compreensão do receituário, tendo em vista que, segundo a Organização Mundial da Saúde, até 75% das prescrições médicas feitas no Brasil possuem chance de erro, seja de atualização, seja de compreensão tanto do paciente quanto do farmacêutico que vende a medicação.

O que a torna especial:
A Memed trabalha com a missão de garantir que todo paciente receba uma “prescrição perfeita”.

Modelo de negócio:
Um dos compromissos da empresa é manter suas plataformas 100% gratuitas. Os sócios dizem que, como é preciso mudar todo um mindset e estabelecer ainda uma infraestrutura entre prescrição, médico e paciente, a startup necessita de investimento antes, para monetizar no futuro. “Certamente, essa renda não virá dos médicos e nem dos pacientes, mas das farmácias, por exemplo”, diz Ricardo Moraes, CEO da empresa.

Fundação:
Janeiro de 2012.

Sócios:
Ricardo Moraes – CEO e co-fundador
Rafael Moraes – Diretor de Inteligência Médica e co-fundador
René Moraes – CTO e co-fundador
Marcel Ribeiro – Produto e co-fundador

Perfil dos fundadores:

Ricardo Moraes – 34 anos, Avaré (SP) – possui dupla graduação pela PUC-SP, em Propaganda e Marketing e Psicologia. Trabalhou como business partner da área comercial do Grupo JBS Friboi e deixou a empresa para co-fundar a Memed.

René Moraes – 32 anos, Avaré (SP) – formado em Direito pela UNESP. É programador por paixão e autodidata, responsável por toda construção técnica da Memed. Atualmente, programa em mais de sete diferentes linguagens (HTML5, CSS3, Javascript, JQuery, SQL, PHP e C).

Marcel Ribeiro – 31 anos, São Paulo (SP) – formado em Propaganda e Marketing. Tem mais de 10 anos de experiência como webdesigner, experiência de usuário e desenvolvimento de produto. Já teve sua própria agência de publicidade, trabalhou dois anos em Portugal e possui, em seu portifólio, grandes projetos com o Yahoo!, Chevrolet, Nokia, entre outros.

Rafael Moraes – 36 anos, Avaré (SP) – formado em Medicina pela FAMERP (Faculdade Estadual de Medicina de São José do Rio Preto – 2003), onde também fez residência em Dermatologia. Trabalhou como médico na cidade de Avaré, interior de São Paulo, e hoje trabalha integralmente na Memed.

Como surgiu:
Rafael Moraes, ao terminar a residência em Dermatologia em 2011, retornou à sua cidade natal, Avaré, para abrir seu próprio consultório e começou a sentir falta de se atualizar em relação às novidades do mercado, pois não recebia a visita de representantes dos laboratórios. Pensando nisso, ele, os dois irmãos (Ricardo e René) e o primo (Marcel) pensaram que teriam uma boa oportunidade nesse campo, se conseguissem organizar essas informações em relação aos medicamentos vigentes.

Estágio atual:
A empresa está baseada em um escritório na Bela Vista, em São Paulo. Atualmente, conta com mais de 26 mil médicos cadastrados, de todas as especialidades. Funciona da seguinte forma: o médico se cadastra na plataforma, por meio de seu CRM e seus dados pessoais, e tem acesso ao banco de dados e ao gerador de prescrição. A partir daí, ele faz suas pesquisas e customiza suas prescrições de acordo com o perfil de cada paciente, via web ou mobile.

Aceleração:
Participou do programa de aceleração da 21212, em 2013, durante seis meses no Rio de Janeiro.

Investimento recebido:
Em fevereiro de 2014, recebeu seu primeiro investimento de grande porte, por parte da Redpoint eVentures, mas, por questões contratuais, o valor não pode ser divulgado. Em agosto de 2015, foi vencedora da etapa do QPrize América Latina, cujo prêmio consistiu em mais um aporte de 500 mil dólares, contemplando participação dos fundos Qualcomm Ventures e Monashees Capital.

Necessidade de investimento:
A Memed está em constante crescimento, capitalizada, e aberta a novas oportunidades de investimento, de acordo com os fundadores.

Mercado e concorrentes:
“O mercado de saúde é proeminente e com poucas soluções de inovação já consolidadas. É recente o movimento dos principais investidores do país na área da saúde. Porém, cada vez acontecendo com maior intensidade. A Memed não conta com concorrentes que atuem da mesma forma que ela, sendo seus principais concorrentes as prescrições à mão e softwares como Word”, diz Ricardo.

Maiores desafios:
Os principais desafios são o crescimento da base de médicos prescritores.

Faturamento:
Não possui e não faz parte da estratégia da empresa no momento, segundo o CEO.

Previsão de break-even:
Ao longo de 2017.

Visão de futuro:
Segundo os sócios, a missão da empresa é fazer com que todas as prescrições sejam digitais. “A ideia é que o paciente, por exemplo, ao sair do médico, já saiba qual farmácia nas proximidades apresenta um custo mais acessível de medicamentos, de forma que seu receituário seja enviado diretamente para lá”, diz o CEO, Ricardo Moraes.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Veja também: