SPONSORS:

Mulheres que realizam: Juliana Noda e a La Pet Cuisine. Mais qualidade de vida para cães e gatos

- 22 de novembro de 2017
"Os nossos produtos são congelados e, entre nossos planos, está o lançamento de uma linha de desidratados", conta Juliana
"Os nossos produtos são congelados e, entre nossos planos, está o lançamento de uma linha de desidratados", conta Juliana

 

Para dar mais visibilidade aos negócios de mulheres que refletem no desenvolvimento da sociedade, inauguramos uma série de publicações para reconhecer as empreendedoras que participam do Itaú Mulher Empreendedora. A Juliana Belo é participante do Aceleração, curso intensivo de capacitação, realizado em parceria com a FGV. Conheça essa história 😉

 

Formada em Medicina Veterinária, Juliana Noda Bechara Belo fez Mestrado e Doutorado na área de Anestesiologia e durante 15 anos lecionou em faculdades, até que resolveu empreender. E soube escolher muito bem em qual nicho investir. Segundo dados divulgados em 2016 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem mais de 50 milhões de cães e 22 milhões de gatos de estimação. De olho nesse mercado que cresce dia a dia, ela aproveitou seu profundo conhecimento sobre a saúde dos animais, investiu em criatividade e tecnologia de ponta para se destacar dos concorrentes e, junto com sua irmã e sócia criou a La Pet Cuisine, empresa que fornece alimentação natural e balanceada para cães e gatos. Confira o bate-papo.

Como surgiu a ideia de empreender?

As primeiras lembranças que tenho de meu espírito empreendedor vêm de quando eu era criança e fazia sanduíches e limonada para vender para os vizinhos, pulseirinhas na escola, elaborava peças de teatro e cobrava a entrada. Este espírito hibernou durante um tempo e ressurgiu após minha graduação. Foram muitos projetos de empresas, alguns não saíram do papel, outros ficaram em planos de negócio inacabados. A oportunidade realmente surgiu com a La Pet Cuisine, graças a uma conjunção de fatores, entre eles, a sociedade com minha irmã, que é Chef de Cozinha. A soma das nossas experiências e especialidades fez com que meu sonho de empreender saísse do papel e virasse algo concreto.

O que é sua empresa, como funciona?

A La Pet Cuisine é uma empresa que produz e oferece aos tutores de cães e gatos, uma opção de alimentação natural e prática, completa e balanceada, sem aditivos ou conservantes, utilizando ingredientes frescos. Os nossos produtos são congelados e, entre nossos planos, está o lançamento de uma linha de desidratados.

Nossa missão é oferecer para cães e gatos qualidade de vida e bem estar através da alimentação. Nossos produtos contam com sabor, textura e aroma que facilitam a aceitação e a ingestão e aumentam a salivação, o que melhora a digestão e o trânsito gastrointestinal. Essas características tornam este tipo de alimento uma ótima opção para manejar as situações que levam o animal à falta de apetite. Várias são as situações em que cães e gatos necessitam de dietas e cuidados especiais. Como, por exemplo, convalescença, alergias alimentares, cardiopatias, diabetes e obesidade, entre outras.

Em nossa cozinha industrial são produzidas as comidas e em breve, vamos inaugurar uma loja física e um espaço de eventos. Hoje, as dietas para cães e gatos com restrições alimentares e os bolos e muffins para cães são produzidos sob encomenda, e os pratos prontos são vendidos em pet shops da cidade de São Paulo e na nossa loja virtual.

Na sua opinião o que o empreendedorismo feminino tem de diferente?

Vou relatar o que sinto em relação à La Pet Cuisine. Pensamos como mães e temos uma grande sensibilidade em relação aos nossos clientes, funcionários e fornecedores.

A La Pet Cuisine é uma empresa com alma feminina. Em tempo integral, somos duas sócias e sete funcionárias. Estimulamos a cooperação, tentamos sempre manter o ambiente tranquilo e com energia positiva. Oferecemos café da manhã e almoço, que se tornam momentos de confraternização. Conflitos são logo resolvidos. A cada 15 dias, são feitas sessões de “quick massage” e há pouco tempo fizemos uma ação com uma consultora de beleza, visando aumentar a autoestima e confiança das nossas funcionárias. Todas moram muito próximas do trabalho e a permanência após o período de experiência é alta e a incidência de faltas é muito baixa.

Qual seu objetivo? O que te motiva?

Meu objetivo é que a La Pet Cuisine seja referência na área de nutrição de pequenos animais, com reconhecimento nacional. O que me motiva são os relatos positivos de nossos clientes (alguns estão conosco desde o início da empresa) e acompanhar estes cães e gatos que através da alimentação tiveram uma melhora significativa na sua qualidade de vida o que, por consequência, traz alegria a seus tutores. Outras motivações são ver o crescimento que teve a La Pet Cuisine, mesmo em época de crise e, que fazemos diferença na vida de nossas funcionárias. Espero poder contribuir para um mundo melhor e mais justo. Acredito que com passos pequenos e pequenas ações no nosso dia a dia, podemos fazer a diferença.

Qual foi o maior desafio que você enfrentou na vida empreendedora?

Meu maior obstáculo foi assumir a parte administrativa da empresa, pois não tive administração na minha formação e hoje, o grande desafio está sendo aprender a delegar.

Como você vem superando esse desafio?

Aprendo com o dia a dia da empresa e agora, o Programa Aceleração Itaú Mulher Empreendedora veio preencher esta lacuna que faltava em minha formação. Também já deleguei muitas tarefas que fazia até poucos meses atrás. Sou perfeccionista e quero controlar tudo, mas sei que a La Pet Cuisine só vai crescer quando eu desapegar das tarefas do operacional e focar nas estratégias de crescimento.

Qual foi a sua maior conquista até aqui?

Mudar a La Pet Cuisine para o novo endereço, com uma área maior e uma cozinha planejada para sustentar nosso crescimento. A cozinha antiga estava apertada e foi uma grande decisão investir em um novo local, com novas possibilidades e onde nossos clientes podem conhecer de perto o trabalho da La Pet Cuisine.

Qual é o seu sonho? O que ainda falta realizar?

Meu sonho como empreendedora é que a La Pet Cuisine um dia seja uma grande indústria com foco em pesquisa e inovação neste novo segmento do mercado pet. Ainda temos um longo caminho pela frente, com muitos desafios.

Se pudesse voltar no tempo e refazer uma decisão, corrigir algum momento de sua trajetória, o que seria?

Acertos e erros fazem parte do processo de aprendizado e acredito que estamos no caminho certo. Ser selecionada para fazer parte do programa Aceleração Itaú Mulher Empreendedora está sendo uma grande oportunidade de aprendizado e também me deu a chance de conhecer mulheres incríveis e ver que não estou só. Empreendedoras são extremamente solidárias e juntas podemos chegar muito mais longe. Portanto, se pudesse voltar atrás, teria participado dos encontros promovidos pelo Itaú e outras redes de apoio ao empreendedorismo, que só hoje estou tendo a oportunidade de conhecer e participar.

Qual sua dica para quem está querendo empreender?

Siga em frente, pois tudo é possível. Sou montanhista e as montanhas me ensinaram a ter paciência, ser persistente, a prestar atenção na respiração e olhar sempre para frente e para o alto. Com passos pequenos, constantes e respirando profundamente, chegamos ao topo.

 

Esta matéria pode ser encontrada no Itaú Mulher Empreendedora, uma plataforma feita para mulheres que acreditam nos seus sonhos. Não deixe de conferir (e se inspirar)!

NOVO BANNER

 

Veja também: