SPONSORS:

O Poppin quer aproximar pessoas que vão a um mesmo evento

- 9 de outubro de 2017
poppin_logo

Nome:
Poppin.

O que faz:
É um aplicativo de relacionamento que conecta pessoas que confirmaram presença em um mesmo evento.

Que problema resolve:
A startup busca aumentar as chances de o usuário realmente conhecer alguém, já que os fundadores apontam que apenas 0,5% dos matches nesse tipo de apps se converte em encontros reais.

O que a torna especial:
O negócio utiliza a ferramenta de eventos do Facebook para aproximar os usuários em “ambientes mais propícios e naturais para socializar com novas pessoas” e promete gerar 90 vezes mais encontros do que os concorrentes.

Modelo de negócio:
De acordo com os sócios, a receita virá de planos de assinatura, que oferecerá diferenciais da versão free, além de espaço de publicidade para empresas e marcas dentro do app.

Fundação:
Junho de 2016.

Sócios:
Guilherme Ebisui — CEO
Filipe Santos — CMO

Perfil dos fundadores:

Guilherme Ebisui — 25 anos, Araraquara (SP) — é formado em Marketing pela USP e Produção Audiovisual pela Universidad Europea Miguel de Cervantes (Espanha). Trabalhou na revista Rolling Stone Brasil.

Filipe Santos — 24 anos, Santos (SP) — é formado em Marketing pela USP. Trabalhou na Mondelez International e no Grupo Manga.

Como surgiu:
Guilherme teve a ideia ao voltar de um intercâmbio na Espanha e perceber que, aqui no Brasil, a maioria de seus amigos estavam usando apps de relacionamento. Mas ao analisar o comportamento desses usuários, ele notou que tudo acabava ficando apenas no mundo virtual. Com o objetivo de criar algo que facilitasse encontros reais, desenvolveu o Poppin.

Estágio atual:
A startup conta com uma equipe de 12 pessoas, 200 mil usuários não pagantes e duas mil empresas de eventos parceiras.

Aceleração:
O Poppin é acelerado pela ACE.

Investimento recebido:
Os empreendedores receberam um investimento semente de 1 milhão de reais.

Necessidade de investimento:
Os sócios iniciarão a captação de investimentos para internacionalização no próximo mês. Parte da equipe já está no Vale do Silício realizando estudos de validação de mercado e contato com VCs.

Mercado e concorrentes:
Segundo dados do Ibis World, o mercado de apps de relacionamento movimenta mais de 4 bilhões de dólares por ano. Os fundadores citam como concorrentes plataformas como: Tinder, Happn, Lovoo, Kickoff e JSwipe.

Maiores desafios:
“Estamos inseridos em um mercado muito valioso, mas também muito disputado. Um dos grandes desafios é levar a inovação a nível global para nos consolidarmos entre os grandes players de um mercado bastante concorrido”, diz Guilherme.

Faturamento:
Ainda não fatura.

Previsão de break-even:
2021.

Visão de futuro:
“O Poppin quer ser o principal app de relacionamento focado em eventos do mundo. O objetivo é se consolidar rapidamente no território brasileiro e internacionalizar”, afirma o CEO.

Onde encontrar:
Site
Contato

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Mas, se você tem uma ideia e ainda não sabe como estruturá-la em uma estratégia de negócios, escreva para mentoria@projetodraft.com e conheça nosso novo serviço de Mentoria.

Veja também:

Conheça as empreendedoras por trás do Mercado Manual. Elas lucram com consumo ético e artesanato

- 4 de maio de 2017
Patricia (agora sócia da empresa) e as fundadoras Karine e Daniela: crescimento, críticas e novos horizontes à vista.

Um mergulho na história da Sympla, a maior plataforma de eventos online do país

- 2 de maio de 2017
Equipe da Sympla: a maior plataforma de eventos online do país tem hoje 130 funcionários, sediados em Belo Horizonte.