O TemLugar é um marketplace para aluguel de escritórios inteiros e compartilhados

- 29 de dezembro de 2016
temlugar

Nome:
TemLugar.

O que faz:
É um marketplace focado em aluguel de escritórios.

Que problema resolve:
A dificuldade de pesquisar e comparar o custo-benefício de imóveis comerciais, o desperdício de recursos com espaços ociosos.

O que a torna especial:
A plataforma permite que usuários anunciem escritórios compartilhados, sem abrir mão de escritórios inteiros do jeito tradicional. Assim, quem procura um escritório, pode analisar todas as alternativas que o mercado oferece em um só lugar: imóvel inteiro tradicional, imóvel compartilhado ou espaços de coworking.

Modelo de negócio:
Não há cobrança de taxa fixa mensal e a remuneração da plataforma ocorre quando um locatário apresentado pela plataforma fecha o contrato – o equivalente a 20% do primeiro aluguel.

Fundação:
Março de 2016.

Sócios:
Roberto Felipe Tesch – CEO
Rodolfo Baltieri – CFO
Fernando Freitas – CTO

Perfil dos fundadores:

Roberto Felipe Tesch – 36 anos, Caracas (Venezuela) – formado em Economia pela FEA-USP. Empreende desde 2013, quando fundou a EDUKAR Educação e Formação Profissional S.A., startup de financiamento estudantil. Trabalhou na análise econômico-financeira de diversos projetos, tanto no ambiente da HTC Capital, no banco espanhol Bilbao Vizcaya e Citibank.

Fernando Freitas – 29 anos, Ipatinga (MG) – é mestre em Sistemas de Informação pela EACH-USP, formado em Engenharia de Controle e Automação pela Universidade Federal de Itajubá. Coordena uma equipe de programadores que atuam no TemLugar.

Rodolfo Baltieri – 26 anos, São José dos Campos (SP) – formado em Administração na FEA-USP de Ribeirão Preto. Foi trainee da Centauro entre aos anos de 2014 e 2015.

Como surgiu:
No lugar onde os sócios trabalhavam juntos, havia uma área ociosa de 25 m², para quatro pessoas, e pensamos em anunciar para aluguel. “Depois de alguns posts pelas redes sociais e sites de imóveis, sentimos a falta de um canal especializado nesse perfil de divulgação. Foi aí que surgiu a ideia de um serviço focado em escritórios e, inclusive, com a possibilidade de salas compartilhadas”, conta Roberto.

Estágio atual:
A sede fica em São Paulo, onde trabalham quatro pessoas da área operacional e executiva. O time de programadores, inclusive o CTO, fica baseado em Itajubá, Minas Gerais. A empresa tem 2 500 imóveis anunciados em São Paulo.

Aceleração:
Não busca.

Investimento recebido:
Os sócios-fundadores investiram 100 mil reais.

Necessidade de investimento:
Os fundadores vão buscar 1 milhão de reais em 2017.

Mercado e concorrentes:
“A crise recente acarretou em dois fenômenos ligados ao nosso modelo de negócios: a pressão por redução de custos e aumento de espaços ociosos em escritórios onde houve redução de equipes. Isso criou oportunidades para a nova plataforma”, diz Roberto. Entre os concorrentes, ele cita a Deskify, Evowork, Officehood e Deskovery.

Maiores desafios:
“Chegar ao nosso cliente e desenvolver a cultura do compartilhamento em harmonia com a cultura do aluguel tradicional e para clientes tradicionais”, diz o CEO.

Faturamento:
Ainda não fatura.

Previsão de break-even:
Dezembro de 2017.

Visão de futuro:
“Nos tornarmos a maior referência para aluguel de escritórios, tirando atrito desse mercado e trazendo facilidades para todo o processo de aluguel”, segundo Roberto.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Mas, se você tem uma ideia e ainda não sabe como estruturá-la em uma estratégia de negócios, escreva para mentoria@projetodraft.com e conheça nosso novo serviço de Mentoria.