SPONSORS:

Pipefy: ferramenta ajuda empresa a gerenciar tarefas

- 21 de setembro de 2015
PIPEFY

Nome:
Pipefy.

O que faz:
Ajuda empresas a serem mais organizadas e produtivas, mantendo de um jeito intuitivo a gestão de processos e tarefas recorrentes que antes eram executadas em planilhas, formulários e solicitações por e-mail. A Pipefy atua em duas frentes: padroniza a forma da equipe trabalhar e exibe a produtividade de cada área da empresa e membros da equipe.

Que problema resolve:
Dentro da plataforma, o gestor informa quais atividades a equipe precisa gerenciar e adiciona uma check-list do que precisa ser feito em cada etapa, e quem deve ser o responsável sempre que a atividade for solicitada. Assim, toda vez que alguém criar uma nova tarefa, automaticamente, a ferramenta delega para o responsável certo e informa o que precisa ser executado em cada fase.

O que a torna especial:
A facilidade de uso é um dos destaques da ferramenta, que não requer estrutura de TI para instalação. Outro diferencial é o custo: o empreendedor (que tem mais de cinco funcionários) paga uma taxa mensal pela utilização da ferramenta.

Modelo de negócio:
Atualmente, os serviços oferecidos são gratuitos para até cinco usuários da mesma empresa. A partir do quinto, a empresa passa a pagar uma mensalidade de 30 reais por pessoa cadastrada.

Fundação:
Novembro de 2014.

Sócios:
Alessio Alionço – CEO

Perfil do fundador:

Alessio Alionço –  28 anos, Curitiba (PR) – formado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Paraná,  já trabalhou com M&A na Go4, consultoria de gestão e teve sua primeira empresa em 2008, a acessozero, um marketplace para compras locais, onde ficou por quatro anos.

Como surguiu:
A ideia foi formada na cabeça do fundador quando ele se viu frustrado com a organização de sua empresa anterior. Seus problemas, muitas vezes, vinham de planilhas de controle com um modelo frágil. Alessio, então, decidiu elaborar em uma nova forma de esquematizar os fluxos corretos de trabalho, das solicitações que recebia por e-mail.

Estágio atual:
A sede da Pipefy fica em São Francisco, na Califórnia, e há 7 mil empresas cadastradas na plataforma.

Aceleração:
Atualmente participam do processo de aceleração da 500 Startups.

Investimento recebido:
Receberam aporte do investidor-anjo Magnus Arantes, no início de 2015. Em junho, foram selecionados pela 500 Startups, que aportou 125 mil dólares. Recentemente, receberam investimento de dois grandes fundos, a Redpoint eventures e a Valor Capital Group.

Necessidade de investimento:
A Pipefy acredita que o novo aporte da Redpoint e Valor Capital vai ajudá-la a ganhar musculatura para continuar o crescimento — no último semestre, dobraram de tamanho a cada mês.

Mercado e concorrentes:
Atualmente, focam empresas de pequeno e médio porte. A maioria dos usuários vêm da indústria de tecnologia, como fábricas de software e startups de mais de 60 países. Não mencionaram concorrência direta.

Maiores desafios:
Continuar com o crescimento global, principalmente nos Estados Unidos.

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
Não informada.

Visão de futuro:
“A nossa visão é continuar expandindo o nosso impacto em cada vez mais empresas em todo o mundo e ser uma referência global com DNA brasileiro”, diz Alessio. Segundo o fundador, a missão da empresa é continuar transformando algo que antes era complexo, caro e doloroso (implantar e integrar eficientes processos dentro de uma empresa) em uma atividade que pode ser feita por qualquer gestor sem conhecimento técnico ou de gestão. “Se os israelenses do Waze, os estonianos do Pipedrive ou os suecos do Zendesk conseguiram, porque nós do Brasil não podemos também? É só acreditar e colocar a mão na massa”, completa.

Onde encontrar:
Site

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Veja também:

A mandala do novo Branding

- 23 de junho de 2017
850 0 0
No próximo dia 4, na Academia Draft, Andrea Dietrich e Luciana Bazanella vão apresentar conceitos e cases dessa nova forma de entender a comunicação. Venha fazer a mandala da sua marca!

Planejamento Digital – a busca pela relevância online (aula de Felipe Morais na Academia Draft)

- 17 de outubro de 2016
1348 8 1
Felipe Morais estreia na Academia Draft em uma aula com tudo que o Planejamento Digital pode fazer pela sua empresa, marca e produtos online. Inscreva-se!