Quanto Custa Viajar faz orçamento para turistas

- 28 de setembro de 2015
quantocustaviajar

Nome:
Quanto Custa Viajar.

O que faz:
Oferece um orçamento de preços envolvidos em uma viagem, desde custos com atrações turísticas, tours e passeios, alimentação, transporte público, locação de carros, hospedagem e até passagens aéreas em mais de 240 cidades ao redor do mundo.

Que problema resolve:
A startup ajuda o viajante que normalmente precisa pesquisar em muitos sites os gastos que terá durante sua estadia. Na plataforma, ao informar quantos dias pretende ficar em determinado destino o site calcula automaticamente o valor aproximado que ele irá desembolsar na viagem.

O que a torna especial:
O site agrega as informações e custos da viagem em uma única página para calcular e simular o gasto de acordo com três perfis do viajante: mochileiro, econômico ou conforto. “Somamos a facilidade com preços atualizados e conversão do câmbio do dia”, dizem os sócios.

Modelo de negócio:
Para o usuário, o serviço é gratuito. A monetização vem de publicidade e do comissionamento de vendas em parceria com agências de viagens, sites especializados em hospedagem e passeios turísticos.

Fundação:
Idealizada no início de 2014 e lançado em dezembro de 2014.

Sócios:
Fabio Yamahira — CEO
Amanda Santiago — Editora de conteúdo e redes sociais
Igor Pucci — Diretor de Marketing

Perfil dos fundadores:

Amanda Santiago — 29 anos, Curitiba (PR) — formada em Design Gráfico pela PUCPR e pós-graduada em Marketing Empresarial pela UFPR. Atuou no mercado como designer gráfica em agências e editoras, e dedica ao seu blog pessoal.

Fabio Yamahira —31 anos, Andradina (SP) — formado em Design Gráfico pela PUCPR e pós-graduada em Gestão de Negócios pela mesma universidade. Trabalha na área de desenvolvimento para internet há 15 anos e fundou uma agência web. Nos últimos anos, atuou na área de marketing digital e gestão de e-commerce.

Igor Pucci — 31 anos, Araçatuba (SP) — formado em Ciências da Computação pelo COC, pós-graduado em Economia pela UEL e Propaganda e Marketing pela UEL. Tem 14 anos de experiência na área de desenvolvimento tecnológico, com conhecimentos em linguagens de desenvolvimento e marketing digital.

Como surgiu:
Em 2013, Fabio Yamahira estava organizando uma viagem para a Europa e teve dificuldades no planejamento financeiro. A dificuldade na busca de informações motivou a fundação da startup.

Estágio atual:
O site conta com uma média de 110 mil visitantes por mês, um total de 15 mil usuários registrados. “Temos um crescimento de mil usuários por semana”, diz Fabio. O aplicativo para iOS, Android e Windows possui 12 mil unidades baixadas.

Aceleração:
Estão em busca.

Investimento recebido:
Cerca de 80 mil reais.

Necessidade de investimento:
Não informada.

Mercado e concorrentes:
“Apesar da crise momentânea e a alta do dólar, os brasileiros não estão deixando de viajar, apenas estão optando por viajar pelo Brasil”, diz o CEO.  Entre os concorrentes da Quanta Custa Viajar diretos estão sites de viagem como TripAdvisor e LonelyPlanet, além dos planejadores Goosit e Planedia.

Maiores desafios:
Para os sócios, implementar novos recursos na plataforma, continuar com o crescimento orgânico e expandir o Quanto Custa Viajar para outros países são os maiores objetivos.

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
Não informada.

Visão de futuro:
“O setor do turismo está passando por grandes transformações. As novas gerações consomem e compram uma viagem de uma forma totalmente diferente do que há anos atrás. Queremos participar desse novo processo de compra, fornecendo ferramentas que facilite e integre diversos serviços e produtos relacionados à viagem”, afirma Fabio. 

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Veja também:

Em dois anos, o Mais Asas mudou de foco, de cidade, foi acelerado e pagou dívidas. Agora, está com novo fôlego

- 22 de fevereiro de 2017
Isabella Cunha e Bernard Biton, os sócios da +Asas, trocaram o Rio por São Paulo para acelerar o negócio de roteiros turísticos e focaram em clientes corporativos.