Seleção Draft – Aprender a ser fundador

- 7 de abril de 2016
Aprender é mais importante do que tentar ser um empreendedor rapidamente. (Imagem: Johan Larsson - Flickr/ Reprodução)
Aprender é mais importante do que tentar ser um empreendedor rapidamente. (Imagem: Johan Larsson - Flickr/ Reprodução)

Aprender a ser fundador
Ser um empreendedor jovem pode subir à cabeça de quem busca o sucesso rápido. Na opinião de Jon Westenberg, isso é bobagem. Antes de correr para fundar sua startup, por que não aproveitar o tempo para aprender ao máximo? Ele diz que gosta de trabalhar com pessoas que passaram tempo suficiente em um trabalho que amam, em outro que odeiam e outro que sabem que poderia ser feito melhor:

“Os melhores fundadores são pessoas que antes já aprenderam a ser funcionários”

Leia mais no link acima, do Medium.

 

Para empreender empregado
Muitos negócios começam como projetos paralelos. Para quem cria sua empresa ainda empregado, o The Next Web tem algumas dicas, no link acima, antes mesmo de buscar investimento:

1) Encontre as razões para você ter sua própria startup;
2) Escolha sua área de atuação baseado no que você ama e conhece;
3) Identifique seu público-alvo e mercado primário;
4) Dê uma identidade ao seu produto ou serviço;
5) Encontre os melhores fornecedores e parceiros.

 

Realidade aumentada na dianteira
A imersão completa que a realidade virtual promete oferecer é sedutora pelos aficionados de tecnologia. Por isso, a evolução da VR pode ofuscar as invenções de startups de realidade aumentada, que mistura elementos digitais e do mundo real em volta do usuário. Até 2020, a expectativa é de que as empresas de AR (sigla para argumented reality, em inglês) gerem 90 bilhões de dólares a mais em receita do que as de VR. No Singularity Hub, Marc Prosser destaca os negócios que estão surgindo nesse campo. Na saúde, por exemplo, estão sendo desenvolvidos sistema de auxílio para cirurgias.

 

Telefonica Open Future
O Crowdworking Vale da Eletrônica, espaço de inovação que faz parte do programa Telefónica Open Future, está com as inscrições abertas até o dia 24 de abril. Empreendedores que tenham projetos de startups com bases tecnológicas serão aceitos. Durante o processo, os empreendedores serão acompanhados pela Academia Wayra. Os participantes também devem ser alunos dos cursos de graduação ou pós-graduação do Inatel, ex-alunos, professores e pesquisadores da instituição. Para saber mais acesse o link acima.

Veja também:

Verbete Draft: o que é Realidade Aumentada

- 7 de junho de 2017
616 49 0
Na imagem, um exemplo de ação de marketing da Faber-Castell. A Realidade Aumentada não "tira" o usuário do mundo, o barato é inserir no real objetos criados digitalmente.