SPONSORS:

Seleção Draft – Dinheiro sem susto

- 16 de novembro de 2016
Conseguir crédito para a sua startup não precisa ser um pesadelo. (Imagem: Images Money - Flickr/ Reprodução)
Conseguir crédito para a sua startup não precisa ser um pesadelo. (Imagem: Images Money - Flickr/ Reprodução)

Dinheiro sem susto
Muitas vezes, quem empreende tem uma relação complicada com o crédito. No Entrepreneur, Lydia Belanger fala das maneiras de usar empréstimos sem se atrapalhar. Ela cita algumas dicas de Levi King, fundador da Nav (plataforma web e mobile de monitoramento de crédito), que aconselha: “Se você vai abrir um negócio e tem um bom crédito pessoal, use cartões com diferentes taxas favoráveis, mesmo que não precise deles”. Leia mais no link acima.

 

Como montar seu time
Fundadora da Nestio, startup que conecta locadores e proprietários de apartamentos, Caren Maio conta no seu artigo no Harvard Business Review o que procura em candidatos na hora de entrevistas. Ela diz o que os novos membros da sua equipe fazem em comum:

1) Eles conhecem a empresa e o seu propósito;
2) Estão abertos para aprender e receber feedback;
3) Demonstram capacidade de improvisar e encontrar novas maneiras de trabalhar;
4) Agem com confiança e entendem o papel que precisam desempenhar;
5) São sinceros aos seus valores;
6) Eles agradecem pela oportunidade e checam para saber se conseguiram o trabalho (mas não tarde demais).

 

É só uma fase ruim?
Para quem está começando a empreender, algumas fases são tão desafiadoras que podem acabar em desistência. O artigo do link acima, do Mashable, traz alguns questionamentos para você reconhecer se está só passando por um momento complicado, ou se o “burn out” (a estafa do mundo das startups) está próximo. Os primeiros passos são: reconhecer há quanto você sente a exaustão e o que originou esse sentimento. Leia mais no link acima.

 

Impulso para as Fintechs
O prazo de inscrição para o processo seletivo do Fundo BR Startups, idealizado pela Microsoft Participações e gerido pela MSW Capital, foi prorrogado para o próximo dia 25. As Fintechs interessadas em participar devem acessar o link acima. As empresas selecionadas poderão contar com investimentos entre 250 mil reais a 1,5 milhão de reais por startup. O programa terá duração de 9 a 12 meses.

Veja também: