Seleção Draft – Distração

- 19 de junho de 2015
O que gera a distração? (Imagem: Tumblr/Reprodução).
O que gera a distração? (Imagem: Tumblr/Reprodução).

Afinal de contas, o que nos distrai?
Hoje somos todos profissionais em nos distrair. Para muita gente, manter foco em algo é quase uma utopia. Mas, por que a distração está mais em alta do que antigamente? Alguns acreditam que é por causa da tecnologia; outros, que é até uma questão espiritual, ontológica. Novos pesquisadores falam em transformar a distração em algo produtivo. Será que isso é mesmo possível? A New Yorker explora muito bem várias das teorias sobre a distração, leia no link acima.

 

O que jovens empreendedores precisam aprender
Empreender é difícil, principalmente no Brasil. Mesmo assim, já foi muito pior. E poderá se tornar mais difícil novamente no futuro. Gary Vaynerchuk, um dos principais gurus no assunto, diz que está preocupado com os jovens empreendedores, que estão criando negócios em tempos relativamente simples. No entender dele, é preciso se preparar para tempos de vacas magras e, para isso, melhorar em três habilidades: criar boas equipes, vender melhor e desenvolver ótimos produtos. Confira mais no link acima, do Medium.

 

6 passos que desenvolvedores devem dar para aproveitar a Internet das Coisas
Enquanto alguns ainda se preocupam com os limites da Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês), grandes empresas fazem apostas cada vez mais altas nesse mercado, que está em constante evolução. Como os desenvolvedores podem começar a se inteirar e aproveitar esse mundo? O ReadWrite discute o assunto, mostrando as principais dificuldades que um desenvolvedor encontra quando começa a trabalhar com IoT: problemas de conectividade, restrições de simultaneidade, pouca infraestrutura de rede e preocupação com privacidade. Para aproveitar melhor a IoT, é necessário seguir os seis passos abaixo:

1) Se falhar, falhe rapidamente;
2) Pense em termos de escala;
3) Use mensagens binárias;
4) Trabalhe com datacenters ao redor do mundo inteiro;
5) Escolha uma linguagem simples para criar protótipos rapidamente;
6) Terceirize o que puder.

 

Startup Grind com Ana Merighe
O Startup Grind é um evento global que visa educar, conectar e inspirar empreendedores do mundo todo. No próximo dia 23 eles farão um encontro em São Paulo, no prédio da Fiesp, na Avenida Paulista. Será gratuito haverá uma palestra de Ana Merighe, fundadora e CEO da Innoveur Consulting, consultoria especializada em desenvolvimento de mercado para startups que já atuou em diversas outras empresas em fintech, pagamentos, biometria, turismo, cleantech e investimentos. Confira mais no link acima.

 

Veja também:

“No holerite da vida, quanto lhe sobra de tempo líquido?”

- 16 de junho de 2017
Quanto tempo de vida e de carreira você joga fora em atividades que não trazem nada nem para você nem para ninguém? Maurício Barros fez essa conta. O resultado é assustador. (foto: Ramón Vasconcelos).

Que tal criar uma fintech para quem não tem nem sequer conta bancária? É neste mercado que a Moneto aposta

- 13 de junho de 2017
Marcos Arruda, CEO da Moneto, já teve uma startup de cobrança, mas agora foca no microempreendedor desbancarizado para se destacar.

Verbete Draft: o que é Insurtech

- 24 de maio de 2017
A Youse é a primeira Insurtech do país: uma startup que usa as novas tecnologias para oferecer agilidade e preços mais baixos ao mercado de seguros.