SPONSORS:

Seleção Draft – Em paz com o “não”

- 10 de novembro de 2017
Faça as pazes como o temido "não" e veja a possibilidade de novos desafios (Imagem: Pixaby/Reprodução).
Faça as pazes como o temido "não" e veja a possibilidade de novos desafios (Imagem: Pixaby/Reprodução).

Em paz com o “não”
Como fundador de uma startup, é preciso se acostumar a ouvir mais “não” do que “sim” na vida. Embora isso pareça desmotivador, não deve ser um empecilho, como diz David Brown, CEO da aceleradora Techstars, no Inc (link acima). Ele admite desaprovar mais de 98% dos negócios que se candidatam ao seu programa e dá algumas dicas para que os empreendedores se mantenham firmes: fortalecer os pontos positivos e pivotar os negativos, questionar a recusa, pedir opiniões e aprender que isso ajudará no seu crescimento. E ainda dá outro incentivo:

“Um empreendedor nunca percebe o ‘não’ como resposta, mas como um desafio para mostrar o que pode fazer”

 

Apoio na crise
A maioria das startups já passou por uma experiência de “quase-morte” (quando não conseguem entregar os resultados esperados, os colaboradores estão inseguros e não há lucro). Nessa situação, como manter o apoio dos investidores? Todd Hixon, sócio da New Atlantic Ventures, sugere na Forbes que, em primeiro lugar, o empreendedor seja sincero em relação às más notícia e saiba admitir parte da culpa. Ele também recomenda fazer projeções francas, mostrar confiança nas estratégias de superação e ouvir o outro lado. Leia mais no link acima.

 

Trabalho em grupo
No Your Story, o mentor Prabhakar Mundkur defende que um bom líder deve incentivar o trabalho em equipe. Parece óbvio mas, de acordo com ele, muitas pessoas desvalorizam o poder da colaboração por medo de perder os méritos, por preferir fazer a tarefa sozinho ou por ego mesmo. No entanto, o autor garante (no link acima) que com o desenvolvimento de uma postura coletiva é possível aumentar a produtividade e também o grau de felicidade dos funcionários (que, quando baixo, é uma das principais razões para o abandono do emprego).

 

BS Sunset
No próximo dia 25 acontece, em Porto Alegre, o BS Sunset. Os participantes (um total de 170) poderão navegar a bordo de um catamarã pelo rio Guaíba enquanto assistem a três palestras sobre o tema “Criatividade Humana x Inteligência Artificial”. Os especialistas vão debater quais suas diferenças, semelhanças e seu lugar no mundo atualmente. O Draft é Media Partner do evento, que custa 140 reais. Os leitores do site têm 20% de desconto usando o código DRAFT20 no momento da compra.

Veja também:

“Para que serve a Nova Economia? Para quem faz um app ficar bilionário enquanto o resto ganha menos?”

- 13 de maio de 2016
Celso Loducca sobre a indústria da publicidade: "Por incompetência criou-se uma divisão entre digital e não-digital. Ela não existe. Existe agência boa e ruim, só". (foto: Alê Oliveira).