SPONSORS:

Seleção Draft – Liderança sem fórmula

- 24 de agosto de 2017
A Fast Company listou conselhos não óbvios de 300 CEOs (Imagem: Lucky Lynda-Flickr/Reprodução).
A Fast Company listou conselhos não óbvios de 300 CEOs (Imagem: Lucky Lynda-Flickr/Reprodução).

Liderança sem fórmula
O perfil de um CEO de sucesso costuma ser resumido às suas ideias e à sua capacidade de realização. No entanto, a Fast Company (link acima) mostra que essas habilidades são algo apenas complementar: o que realmente diferencia um bom fundador são seus hábitos e mindset. Após ouvir mais de 300 empreendedores, a revista listou quatro conselhos contraintuitivos a respeito de liderança:

1) Aprenda mais do que você acha que irá precisar;
2) Torne público o que você não gosta e instrua seu time a fazer o mesmo;
3) Esqueça a concorrência e foque no cliente;
4) Pare de querer controlar tudo.

 

O dilema dos negócios sociais
O texto é de ontem, mas a questão abordada por Haroldo Torres, cofundador da Din4mo, é uma constante para quem atua com negócios de impacto social. Na Folha de S.Paulo, ele diz que muita gente ainda duvida que é possível e moralmente aceitável ganhar dinheiro com a redução de desigualdades (ainda que hoje até a Igreja Católica invista nisso). Apesar de considerar que muitas ações ainda cabem às ONGs, Haroldo afirma que o alcance delas é sempre reduzido e que a transformação dessas soluções em negócios estimula a inovação e o potencial de escalar. Leia mais no link acima.

 

Inovação no Rio
O Rio de Janeiro acaba de ganhar um novo hub de empreendedorismo e inovação. O espaço, chamado Oito, é uma iniciativa da Oi e atuará em três frentes: incubação e aceleração de startups e um laboratório para desenvolvimento de soluções de Internet das Coisas. Além disso, o Oito vai apoiar projetos de Smart Cities, serviços de saúde, educacionais e Digital Advertising. Os interessados podem se inscrever para os programas no link acima.

 

Desafio Start-Ed
Até o próximo dia 10, empreendedores da área de educação podem se inscrever (no link acima) para o Desafio Start-Ed. O programa é uma parceria da Fundação Lemann e da Universidade Columbia com a Artemisia e vai selecionar 12 pessoas para formar times com estudantes da instituição americana e desenvolver soluções para desafios relacionados à implementação da Base Nacional Comum Curricular. As melhores ideias receberão até 25 mil dólares.

Veja também:

“Empresa não é mais garantia para ninguém. É preciso assumir a responsabilidade pela própria evolução”

- 15 de fevereiro de 2018
José Salibi Neto, ex-HSM e agora autor e fundador de uma nova empresa, fala da importância de "se manter curioso" para enfrentar as mudanças de contexto.

Com a Educare e o Hackademia, ele mostra que educação, tecnologia e negócios podem andar juntos

- 1 de fevereiro de 2018
Marcio Boruchowski, fundador da Hackademia e CEO da plataforma Educare: educação e tecnologia de mãos dadas.