SPONSORS:

Seleção Draft – Machine Learning

- 2 de fevereiro de 2015
Machine Learning, a aposta da Baidu e outras gigantes de tecnologia (Imagem: Sira Corp/Reprodução)
Machine Learning, a aposta da Baidu e outras gigantes de tecnologia (Imagem: Sira Corp/Reprodução)

 

Como a Baidu está usando o machine learning para conquistar o mundo. Machine Learning é um dos conceitos de tecnologia do momento. Basicamente, o termo sugere a ideia de que máquinas, quando alimentadas por muitos dados, começam a aprender algumas coisas sozinhas. O Facebook, por exemplo, quando recebe imagens associadas a determinada pessoa, se torna capaz de reconhecer automaticamente o rosto dela em uma nova fotografia.

A Baidu, conhecida como “Google chinesa”, está trabalhando duro em aplicações de machine learning para conseguir desenvolver produtos inovadores. Andrew Ng é um dos homens por trás do “cérebro” dessas máquinas. Ele deu uma entrevista muito interessante ao Backchannel, do Medium, falando sobre a tendência – confira aqui.

 

O tipo ideal de música para se concentrar. Estudos comprovam que 30% dos trabalhadores de escritórios se sentem distraídos por conversas paralelas no mesmo ambiente. O problema, normalmente, não é o ruído em si, mas o conteúdo da conversa, que pode desviar sua atenção. Nessas situações, muitas pessoas recorrem a um par de fone de ouvidos e boas músicas para abstrair do mundo e focar no trabalho.

No entanto, não é exatamente todo tipo de música que ajuda a se concentrar. Se você ouvir músicas com letras em português, por exemplo, é mais fácil você prestar atenção na canção do que no que está fazendo. Há outros vários  de música que ajudam ou atrapalham na produtividade. É claro que cada um tem o seu tipo de canção ideal, mas a Fast Company discorre sobre quais são os estilos que mais ajudam a focar.

 

A luta do Google X contra o câncer. O Google X, laboratório de inovação da empresa, criou no ano passado, uma divisão dedicada a procurar inovações disruptivas no setor de saúde. Uma das novidades sendo pesquisadas é focada em nanopartículas que, depois de ingeridas, se agrupam a células cancerígenas. Na sequência, um laser entra em ação para expelir a doença do corpo. A novidade ainda está sendo testada em braços sintéticos, mas parece bem bacana, como a reportagem do The Atlantic, no vídeo abaixo, mostra:

Curso: o marketing da insistência. O pessoal da Prospecta está com um novo curso sobre vendas e marketing, trazendo propostas de novos modelos de inbound e outbound marketing, follow up, prospecção e networking. Dividido em 21 aulas, o curso custa 200 reais. Veja mais informações aqui.

Veja também:

Como é empreender, aos 71 anos, com inteligência artificial? O fundador da Kunumi conta essa história

- 12 de dezembro de 2017
Nivio Ziviani e Alberto Colares, da Kunumi, trazem a bagagem de pesquisa e empreendedorismo para a startup de inteligência artificial.

“Estive no inferno e precisei decidir se queria voltar a viver. É preciso sobreviver à morte”

- 1 de dezembro de 2017
Flavia Duarte conta como sua vida mudou depois de duas mortes: a do homem que amava e a de quem ela era (foto: Raimundo Sampaio).

Verbete Draft: o que é Creative Machine

- 22 de novembro de 2017
O robô e-David é um exemplo de Creative Machine em ação. Além de "pintar", ele tem uma câmera que registra e analisa o que está pintando.