SPONSORS:

Seleção Draft – Não fale mal da concorrência

- 9 de outubro de 2017
Um produto ou serviço bom não precisa citar o nome da concorrência para se vender (Imagem: Pixabay/Reprodução).
Um produto ou serviço bom não precisa citar o nome da concorrência para se vender (Imagem: Pixabay/Reprodução).

Não fale mal da concorrência
Todo fundador sabe que é essencial jogar limpo. Mas na era das redes sociais, o consultor Kimanzi Constable afirma que está cada vez mais comum ver negócios tentando manchar o nome dos concorrentes para se promoverem. No Entrepreneur (link acima), ele destaca a necessidade de um grau mínimo de respeito mútuo e diz que um produto ou serviço precisa ser bom o suficiente para não precisar mencionar os competidores. O autor ainda recomenda que o empreendedor foque em mostrar os benefícios de sua oferta e use as novas tecnologias para alcançar a audiência de uma maneira digna.

 

Deu match
As indústrias brasileiras e as startups finalmente estão traçando um futuro juntas. Na seção TAB, do Uol, Wellington Ramalhoso fala como “o desdém de outros tempos” ficou para trás e, agora, os dois lados buscam desenvolver soluções tecnológicas em conjunto para acelerar a 4ª revolução industrial no país.  O texto destaca que para as grandes empresas falar de startups era tabu, mas, de olho em pesquisas apuradas e inovação, iniciativa privada e governo estão investindo cada vez mais em parcerias com programas de aceleração e incubação. Para ler mais, acesse o link acima.

 

O teste emocional
Na hora do pitch, não basta apresentar uma boa ideia e contar uma história envolvente. Segundo a coach Reva Seth, os VCs também estão de olho na inteligência emocional dos fundadores. Esse fator, de acordo com os investidores, é importante para saber se o empreendedor terá forças para desenvolver e manter uma boa performance. Para descobrir isso, ela conta, na Fast Company, quais são as questões (link acima) que eles costumam avaliar: com que frequência os empreendedores pedem a opinião de outras pessoas, como inspiram e encorajam seu time, se conseguem ser flexíveis sem perder o foco etc.

 

Sai do Papel
Acontece no próximo dia 21, no Rio de Janeiro,  a 1ª edição do Sai do Papel – Startup Insight & Connection. O evento tem como objetivo criar novas oportunidades de negócios e gerar aprendizado para empreendedores e startups. O encontro também conta com a participação de mentores, investidores e palestrantes. Entre os nomes confirmados estão: João Kepler (Bossa Nova Investimentos), Max Campos (Hotel Quando) e Augusto Amorim (Organomix). Os ingressos custam 320 reais e podem ser comprados pelo link acima.

Veja também:

A tecnologia é brasileira e usa Realidade Aumentada para reduzir custos na indústria. Esta é a GoEpik

- 25 de julho de 2017
Wellington Moscon e Priscila Santos são os fundadores da startup, que em poucos meses conquistou clientes e foi eleita a "mais atraente" de 2017.