Seleção Draft – Vamos pensar no futuro?

- 3 de novembro de 2016
Pensar no futuro sem considerar outros contextos pode nos cegar para inovações sociais.  (Imagem: Chris Tazewell - Flickr/ Reprodução)
Pensar no futuro sem considerar outros contextos pode nos cegar para inovações sociais. (Imagem: Chris Tazewell - Flickr/ Reprodução)

Vamos pensar no futuro?
Em seu texto mais recente no blog Faça Você Mesma, do Estadão, Ana Paula Lima (uma das fundadoras do Maria Lab Hackerspace) alerta para o perigo de pensarmos no futuro por um só viés. A autora lembra que o ritmo da inovação tecnológica é muito mais acelerado do que o da inovação social e diz que muitas vezes limitamos o potencial disruptivo de certas tecnologias por não conseguirmos pensar em novos contextos para elas. Ana diz:

“A nossa realidade é cada vez mais digital, mas as instituições atuais continuam refletindo o pensamento linear”

Leia mais no link acima.

 

A tecnologia não resolve tudo
Algumas soluções podem ser facilitadas pela tecnologia, mas verdadeiras transformações são movidas por pessoas. Isso é o que diz a consultora Sara Kalick, em entrevista à Fast Company. Na reportagem do link acima, ela fala da importância do contato humano para mudar processos em empresas diariamente. “A disrupção é constante, não é algo que a organizações fazem de 10 em 10 anos. E, dentro dessa realidade, líderes precisam agir de outras formas”, ela diz.

 

Financiamento para negócios sociais
Até o dia 13 de novembro, a NESsT Brasil está com seu processo de seleção aberto para negócios sociais nos estágios de validação e preparação para expansão. As empresas devem estar sediadas em território brasileiro e usar soluções de mercado para criar empregos e renda sustentável para grupos marginalizados. Serão três etapas de processo, e na última os projetos selecionados vão passar a integrar o portfólio da rede de negócios sociais. Saiba mais no link acima.

 

Acelera Startup da FIESP
Nos dias 7 e 8 de novembro, a FIESP promove o seu Acelera Startup, um evento para empreendedores com soluções inovadoras voltadas a qualquer setor de atuação. As inscrições são gratuitas para quem quiser acompanhar da plateia. Os participantes, já selecionados, terão a oportunidade de participar de palestras, workshops, mentorias e avaliações classificatórias. Veja no link acima a lista de escolhidos deste ano.

Veja também:

Quando ninguém entende o que você diz sobre o futuro, o jeito é apresentá-lo e vivê-lo

- 11 de agosto de 2016
Lente para o futuro: há dez anos Marina Miranda faz consultorias, curadorias e palestras sobre inovação.

Como não ter vergonha de nós mesmos no futuro? O melhor do TEDSummit 2016

- 8 de julho de 2016
Inteligência Artificial, Blockchain e Natureza: questões para navegar no novo mundo e o melhor do TEDSummit 2016.