SPONSORS:

Seleção Draft – Trabalho de formiguinha

- 27 de novembro de 2017
O sucesso de um negócio não vem do nada: é o resultado do trabalho diário e muita força de vontade (Imagem: Pixabay/Reprodução).
O sucesso de um negócio não vem do nada: é o resultado do trabalho diário e muita força de vontade (Imagem: Pixabay/Reprodução).

Trabalho de formiguinha
No Medium, o coach Tony Fahkry fala sobre a importância de não se deixar abater quando os planos caminham vagarosamente. Afinal, o progresso é um trabalho de formiguinha, seja no aprendizado de uma língua ou na criação de uma empresa. Ele diz que, hoje em dia, a pressão pelo sucesso rápido cria ilusões e metas irreais e destaca:

“É fácil achar que as pessoas atingiram o topo do dia para a noite, mas ninguém olha quanto tempo elas trabalharam, sem desistir, para estarem ali”

 

Mentorias que funcionam
Na busca por dicas e apoio para estruturar seu negócio, um caminho sempre indicado é buscar uma mentoria. E isso pode acontecer de diversas formas, não só as mais formais. O fundador só precisa encontrar o processo que mais se adapta à sua realidade. O e27 aponta quatro modelos que funcionaram para os entrevistados citados no texto (link acima):

1) Ouvir pessoas “inesperadas” e não só especialistas na área;
2) Encontrar alguém “mão na massa”, que mostre na prática o que deve ser feito;
3) Aprender por meio de estudos e pesquisas sobre seu tema de interesse;
4) Aceitar sugestões que podem parecer difíceis, mas mostram resultado a longo prazo.

 

Controle as expectativas
É comum criar expectativas altas e, depois, se frustrar. Para evitar que isso aconteça em seu negócio, o consultor Kimanzi Constable indica que, em vez de ficar projetando fatos, é mais sensato o empreendedor aceitar certas questões. Entre elas, a de que é muito difícil conquistar um cliente no primeiro contato. No Entrepreneur (link acima), ele diz que é essencial fazer sua parte, destacando o diferencial de sua oferta. Por outro lado, aconselha a deixar as coisas acontecerem de forma natural, sem pressionar os potenciais usuários e até afastá-los. É tipo o trabalho de formiguinha, que você leu acima.

 

Aceleração na periferia
Estão abertas as inscrições para o programa da Aceleradora de Negócios de Impacto da Periferia. A iniciativa é uma parceria entre a Artemisia, a Banca e o Centro de Empreendedorismo da FGV. Podem se candidatar empreendedores com soluções de impacto social e ambiental que morem nos bairros paulistanos do Jardim Ângela, Capão Redondo, Capela do Socorro e Campo Limpo. Cinco negócios serão selecionados para receber mentoria e um aporte de 20 mil reais. Mais informações no link acima.

Veja também: