SPONSORS:

Seleção Draft – Vamos abraçar o machine learning

- 23 de janeiro de 2017
Usar inteligências artificiais como parceiras, e não simples substitutas, pode mudar indústrias. (Imagem: littlelostrobot - Flickr/ Reprodução)
Usar inteligências artificiais como parceiras, e não simples substitutas, pode mudar indústrias. (Imagem: littlelostrobot - Flickr/ Reprodução)

Vamos abraçar o machine learning
Usar o machine learning como aliado – e não substituto – de humanos pode causar um grande impacto em indústrias como educação e recursos humanos. Em seu texto no Venture Beat, Rebecca Blum (da Frog, startup de design estratégico) dá dois exemplos interessantes nestas áreas: estudantes poderão desenvolver suas capacidades individuais de estudo, profissionais poderão contar com gestores humanos e coaches de inteligência artificial para desenvolvimento de suas carreiras. Leia no link acima.

 

Advogados buscando disrupção
O Direito preza por tradições, mas isso não precisa ser antiquado. A reportagem de Renan Barbosa no Estadão traz a história de jovens advogados dispostos a modernizar a sua maneira de trabalhar, defendendo causas de minorias e abandonando a cobrança por hora. Segundo os entrevistados, a burocracia e a falta de empatia com clientes são obstáculos a serem superados com uma hierarquia menos rígida e uma competição menos acirrada entre colegas de profissão. Leia mais no link acima.

 

Novo hub no Vale da Eletrônica
O ecossistema empreendedor de Santa Rita do Sapucaí (MG), o Vale da Eletrônica, ganhou uma nova comunidade, o Startup Hub. Criado para fortalecer eventos, parcerias e ajudar a projetar as startups para investidores, o hub é independente e foi baseado em pressupostos semelhantes ao de comunidades como a do Google e do Facebook, segundo diz Marcos David, fundador da startup Dágora. Leia mais no link acima, da página oficial da comunidade no Medium.

 

Inscrições aberta para o InovAtiva
Os interessados em participar do programa gratuito de aceleração da InovAtiva já podem se inscrever para o próximo ciclo, a partir de hoje. São até 300 vagas disponíveis para a primeira etapa de cada ciclo, e até 125 para etapa final. A participação está aberta para negócios inovadores de qualquer setor da indústria, comércio, serviços e agronegócio. Veja as condições no site oficial do programa, no link acima.

Veja também:

Como é empreender, aos 71 anos, com inteligência artificial? O fundador da Kunumi conta essa história

- 12 de dezembro de 2017
Nivio Ziviani e Alberto Colares, da Kunumi, trazem a bagagem de pesquisa e empreendedorismo para a startup de inteligência artificial.

Verbete Draft: o que é Creative Machine

- 22 de novembro de 2017
O robô e-David é um exemplo de Creative Machine em ação. Além de "pintar", ele tem uma câmera que registra e analisa o que está pintando.

Como a brasileira Totvs criou um sistema de inteligência cognitiva para concorrer com gigantes

- 10 de agosto de 2017
O CEO Laércio conta como a Totvs conseguiu chegar a outros mercados, mas diz que internacionalizar é um desafio permanente.