SPONSORS:

TravelRoutes cria roteiros de viagens com dicas de moradores locais

- 15 de janeiro de 2016
travelroutes

Nome:
TravelRoutes.

O que faz:
É uma empresa especializada em consultoria e elaboração de roteiros de viagem, com dicas de moradores locais.

Que problema resolve:
A ideia da TravelRoutes é ajudar o cliente a conhecer mais seus destinos, e com isso elaborar pacotes personalizados. A forma que a empresa monta os roteiros provém de informações fornecidas por uma rede de correspondentes internacionais. Por esses “consultores” morarem nesses destinos, suas sugestões são estratégicas.

O que a torna especial:
Há dois pacotes diferentes: roteiros personalizados e os roteiros GO! (pré-fabricados). O primeiro é feito com base em um questionário respondido pelo cliente, e o segundo é um roteiro de quatro dias, que privilegia o “essencial” em cada cidade e apresenta alguns dos segredos só conhecidos pelos locais.

Modelo de negócio:
O lucro da empresa vem da consultoria e venda de roteiros. Os roteiros GO! custam 21 reais e pode ser baixado diretamente no site. Já o serviço de consultoria tem um preço inicial de 42 reais.

Fundação:
Fevereiro de 2015.

Sócios:
Cláudia Munhoz – Sócia-fundadora
Pedro Henrique Peres – Sócio-fundador
Guilherme Medeiros – Sócio-fundador

Perfil dos fundadores:

Cláudia Munhoz – 28 anos, Brasília (DF) – formada em Direito pela Uniceub e pós-graduada em Direito Tributário e Finanças Públicas pelo Instituto Brasiliense de Direito Público. Após fundar e gerir uma sociedade de advogados, Fontenele & Munhoz Advogados e Consultores Associados, atualmente se dedica à administração de novas empresas e consultoria de negócios.

Guilherme Medeiros – 27 anos, Brasília (DF) – formado em Direito pela Uniceub eespecialista em Direito Tributário e Finanças Públicas pelo Instituto Brasiliense de Direito Público. Trabalhou no TJDFT e STJ, foi sócio fundador da Fontenele & Munhoz Advogados e Consultores Associados, e hoje é advogado na sociedade Eduardo Han e Jonas Cecílio Advogados.

Pedro Henrique Peres – 26 anos, Brasília (DF) – formado em Administração pela Uniceub. Atuou na área de calculo jurídico no Banco do Brasil, trabalhou como sócio empreendedor na franquia Flavored Popcorn. Também passou pela Remat-Marketing e Propaganda. Atualmente, além de atuar na TravelRoutes, também trabalha na Associação das Administradoras de meios de Pagamento Eletrônico de Frete (AMPEF).

Como surgiu:
Os amigos Cláudia, Pedro e Guilherme gostavam de pesquisar em fóruns, blogs e revistas de viagem roteiros alternativos das viagens que faziam. E essa experiência sempre os deixava com a sensação de que tinham perdido alguma coisa. A solução surgiu quando, na Tailândia, eles perceberam seus amigos estrangeiros conheciam pouco do Brasil. Foi aí que o trio pensou em criar uma rede de correspondentes internacionais. Com base nisso, desenvolveram os dois modelos de produtos que hoje vendem pela TravelRoutes.

Estágio atual:
A empresa funciona remotamente. Hoje, há 5 mil usuários cadastrados e todo o atendimento é feito através do site, e-mail, telefone e WhatsApp.

Aceleração:
Não buscam.

Investimento inicial:
Aproximadamente 5 mil reais.

Necessidade de investimento:
O valor ainda não foi definido.

Mercado e concorrentes:
“O mercado tem se mostrado cada vez mais carente de opções mais personalizadas, com ferramentas que melhorem a relação custo-benefício de viagens”, diz Cláudia. A fundadora considera a rede de colaboradores locais o maior diferencial da TravelRoutes. Entre os concorrentes com público-alvo semelhante, mas propostas diferentes, estão plataformas como a Plot, Goosit e Vou na Janela.

Maiores desafios:
A empresa agora foca na divulgação de seus serviços, mostrando aos clientes as vantagens de cada funcionalidade da plataforma.

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
Foi atingido em dezembro de 2015.

Visão de futuro:
O objetivo da empresa é se tornar a maior referência no setor de personalização de experiências de viagens para brasileiros e estrangeiros.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Veja também:

Primeiro você cria um negócio, depois investe tudo na reinvenção dele: conheça a mentora virtual Clara

- 21 de março de 2017
Daniel Pereira, CEO da Luz, espera que a Clara seja o braço direito do pequeno empreendedor

Como o Aussi, uma consultoria via aplicativo, driblou a falta de investimento com parcerias e aceleração

- 14 de fevereiro de 2017
Os sócios Marllon Calaes, Daniel Ushida, Antonio Cardoso e Felipe Ferraz, investiram 50 mil reais do próprio bolso para colocar no ar um aplicativo para tirar dúvidas do micro e pequeno empreendedor.