SPONSORS:

Verbete Draft: o que é Mundo VUCA

- 25 de outubro de 2017
O Mundo Vuca — nosso mundo atual, muito prazer — é volátil, incerto, complexo e ambíguo. Este é um desafio permanente para líderes de corporações ou mesmo startup (foto: reprodução www.iak.de).
O Mundo Vuca — nosso mundo atual, muito prazer — é volátil, incerto, complexo e ambíguo. Este é um desafio permanente para líderes de corporações ou mesmo startup (foto: reprodução www.iak.de).

Continuamos a série que explica as principais palavras do vocabulário dos empreendedores da nova economia. São termos e expressões que você precisa saber: seja para conhecer as novas ferramentas que vão impulsionar seus negócios ou para te ajudar a falar a mesma língua de mentores e investidores. O verbete de hoje é…

MUNDO VUCA

O que acham que é: Abreviação de “muvuca”, ou seja, um mundo com excesso de pessoas.

O que realmente é: Mundo VUCA, do inglês Volatile, Uncertain, Complex e Ambiguous e aportuguesado para VICA (Volátil, Incerto, Complexo e Ambíguo), é um conceito criado nos anos 1990 para descrever a dinâmica que passou a reger os acontecimentos no mundo, cheia de transformações e desafios em relação aos paradigmas até então definidos.

O conceito foi importado para a área de negócios após a crise financeira global e em função do caráter disruptivo da nova economia (impulsionado principalmente pela tecnologia) que trouxe novos modelos de negócios (Uber e Airbnb versus serviços de táxis e hotéis são exemplos clássicos), mudanças na cultura (Economia Compartilhada, Human Economy, Gig Economy) e na hierarquia das empresas (Gestão Horizontal, Cocriação, Holocracia, Liderança Criativa, Empresa Líquida).

Especialistas em liderança e gerenciamento começaram a perceber que, diante do VUCA, é preciso mudar a forma de atuação. Escolas de negócios tradicionais, com técnicas clássicas de sistemas de controle, previsão financeira, planejamento estratégico e tomada de decisão estatística estão revendo seus conceitos para se adaptar ao Mundo VUCA.

Assim, dentro de um contexto empresarial seus pontos podem ser definidos conforme a seguir. Volatilidade: aumento brutal em quatro dimensões das transformações atuais (tipo, velocidade, volume e escala); Incerteza: como resultado da volatilidade, não é mais possível prever eventos futuros; Complexidade: falta de conexão clara entre causa e efeito, e Ambiguidade: falta de precisão e existência de múltiplos significados nas condições que nos rodeiam.

Roberto Camanho, Supervisor do Laboratório de Produtividade da ESPM, contextualiza e dá exemplos dos elementos do VUCA. Sobre a Volatividade, ele diz que a alta velocidade dos avanços tecnológicos vem gerando mudanças com turbulência. “Quem produzia o DVD-Player criou um produto mais evoluído, o blu-ray, que foi substituído pela Netflix. Assim como o GPS foi substituído pelo Waze. Essa rapidez torna o ambiente Volátil.”

Em relação à incerteza, Camanho fala que os mercados e as ações pessoais eram mais previsíveis mas, hoje, impactam rapidamente nos resultados esperados, agora menos previsíveis. Já a Complexidade pode ser vista na vasta interdependências em economias e sociedades globalmente conectadas mas sem claras conexões entre causas e efeitos, o que afeta todas as organizações. Ele diz, ainda, que a ideia de que há mais do que uma única resposta correta traduz o que é a Ambiguidade. “Nossa racionalidade é limitada, nem todas as variáveis são conhecidas e há múltiplos significados nas condições que nos rodeiam.”

Quem inventou: O United States War College apresentou o conceito no relatório Training and educating army officers for the 21st Century: Implications for the United States. Após a Guerra Fria, houve a percepção de que o mundo estava multilateral, definido por volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade.

No contexto de negócios, o VUCA passou a ser utilizado, para o desenvolvimento de habilidades de liderança em várias organizações, após a crise econômica mundial.

Quando foi inventado: O relatório do United States War College é de 1998. A crise referida é a dos anos 2008 e 2009.

Para que serve: Para adequar e mudar a forma de abordagem das áreas de liderança e gerenciamento em organizações sob o risco de perderem o efeito.

De acordo com Claudio Carvajal, coordenador do curso de Administração da FIAP, no ambiente de negócios essas características precisam ser consideradas para o alinhamento da estratégia e para a tomada de decisão dos executivos e gestores. “A pergunta que se pretende responder é ‘Como podemos gerenciar organizações com uma realidade VUCA’?”

Camanho resume os acontecimentos observados pelo VUCA com a seguinte frase: “A forma do mundo mudar mudou”. Ele prossegue: “É preciso utilizar uma nova ‘caixa de ferramentas analítica’, como afirma o sociólogo polonês Zygmunt Bauman, professor da London School of Economics. Essa nova caixa começa a ser construída com a difusão dos conceitos do Mundo VUCA”.

Quem usa: Empresas tradicionais das mais variadas áreas e também startups.

Efeitos colaterais: Diversos. As próprias características do Mundo VUCA — volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade — podem ser consideradas efeitos colaterais da mudança estrutural do mundo e, consequentemente, do ambiente de negócios. Por isso a necessidade de compreendê-lo e, a partir daí, adequar ações.

Quem é contra: “Não é uma questão de ser contra ou a favor. É uma realidade diante da qual precisamos nos adaptar”, diz Carvajal.

Para saber mais:
1) Leia, na Harvard Business Review, What VUCA Really Means for You. Após um pequeno texto introdutório, um quadro explica os quatro pontos do VUCA a partir de suas características com exemplos sugestões de abordagens.
2) Leia, na Forbes, VUCA 2.0 – A Strategy For Steady Leadership In An Unsteady World, texto que examina em tópicos como “visão”, “entendimento”, “coragem” e adaptabilidade” as diferentes formas do que chama de VUCA 2.0.
3) Leia, no site da Columbia Business School, Leading in an Increasingly VUCA World. O autor, Eric McNulty (diretor de pesquisa da National Preparedness Leadership Initiative), fala longamente sobre o tema e diz que o Mundo VUCA traz perguntas abertas, que alimentam a imaginação.

Veja também: