SPONSORS:

42 anos de inovações – em 42 momentos de Fiat no Brasil

- 9 de julho de 2018

É hoje. Dia 9 de julho de 2018. O Polo Automotivo Fiat, em Betim (MG), faz 42 anos. Para celebrar o aniversário, selecionamos 42 das muitas inovações que marcaram não só a história da Fiat no Brasil, mas também revolucionaram o mercado de automóveis até para além das fronteiras nacionais.

Para contextualizar tudo isso, conversamos com o gerente da área de Engenharia Experimental, Laboratórios e Protótipos da FCA, Robson Cotta, que começou sua carreira no Polo Automotivo Fiat há 36 anos como engenheiro de testes de veículos, área que ajudou a transformar em referência internacional. Hoje, testa não apenas os veículos da Fiat e da Jeep, mas também de outras marcas como RAM, Chrysler, Dodge, Maserati, Alfa Romeo e até Ferrari.

“É na área onde atuo (de Testes e Protótipos) que são realizadas as primeiras experiências com as inovações”, esclarece. Para Robson, o sucesso da Fiat no Brasil está intimamente ligado à cultura da inovação. “As nossas inovações sempre são pensadas para a necessidade do cliente. A gente não apenas importa as novidades, mas sempre cria as nossas por aqui também, específicas para os nossos clientes”, conta.

Cotta observa que as 42 inovações da lista abaixo podem ser classificadas em quatro categorias. “Veja que lançamos muitas inovações em motores: nos câmbios, marchas, cilindros, o primeiro 1.0, os primeiros turbo, primeiro 16V, primeiro 20V e outras. Sempre fomos referência no Brasil”, aponta. “Sem falar nas inovações no uso de combustíveis, como o primeiro carro movido a etanol, o primeiro flex popular, o primeiro tetrafuel”, acrescenta. “Também popularizamos muitas tecnologias de segurança, com destaque para os airbags e freio ABS”, mostra. “Numa quarta categoria, podemos reunir as mais diversas aplicações para o cliente, como a primeira picape do mundo feita a partir de um carro compacto, o primeiro furgão, o conceito Adventure, inovações que foram muito copiadas, porque não existiam lá fora”, pontua.

“Mobi, Toro, Argo e Cronos simbolizam a mudança pela qual a Fiat está passando”, declara Cotta. “Uma revolução na manufatura, que está entrando na era da Indústria 4.0 e, com isso, permite um refinamento nunca antes possível no acabamento dos veículos”. Não é para menos que o presidente da FCA para a América Latina, Antonio Filosa, anunciou investimentos de R$ 8 bilhões, que abrangem o Polo Fiat e seus fornecedores, com a geração de 8 mil empregos diretos e indiretos ao longo de toda a cadeia produtiva. Os recursos permitirão a ampliação da gama de produtos da Fiat e fortalecerão a marca no mercado brasileiro e latino-americano. Serão 15 lançamentos até 2023, entre carros novos, renovações de modelos e séries especiais.

“Essa cultura de inovação se mantém, agora mais do que nunca”, diz Cotta. “Aliás, é importante lembrar que nossas inovações não ficam somente na esfera dos veículos. O estabelecimento do Polo Fiat em Minas Gerais causou uma evolução muito grande na formação técnica e acadêmica dos profissionais. Com muitas parcerias com instituições de ensino, nos tornamos referência em Engenharia também”, orgulha-se.

Confira abaixo nossa linha do tempo com a seleção de 42 grandes inovações da Fiat nesses 42 anos de Brasil:

Esta matéria – entre outros conteúdos a respeito dos 42 anos de Fiat no Brasil – pode ser encontrada no Mundo FCA, um portal para quem se interessa por tecnologia, mobilidade, sustentabilidade, lifestyle e o universo da indústria automotiva.

banner fca

Veja também:

A Descola demorou um pouco para alcançar as metas projetadas há quatro anos, mas hoje não para de crescer

- 15 de novembro de 2018
1562 0 0
Da fundação da Descola, em 2014, permaneceram no negócio os sócios André Tanesi, Gustavo Paiva e Daniel Pasqualucci (da direita para a esquerda).