SPONSORS:

A Bee2Share conecta indústrias com máquinas ociosas às que estão precisando de equipamentos

- 27 de fevereiro de 2019

Nome:
Bee2Share.

O que faz:
É uma plataforma que promove o compartilhamento de maquinários e equipamentos do mercado industrial, como máquinas injetoras, cabine de pintura, microscópio eletrônico de varredura etc.

Que problema resolve:
Gera valor para as máquinas ociosas e permite que outras indústrias atendam demandas excedentes de produção sem ter que investir em equipamentos novos.

O que a torna especial:
De acordo com os fundadores, a plataforma proporciona uma maior competitividade a qualquer porte de indústria, uma vez que todas as empresas usuárias têm acesso aos mais diversos equipamentos industriais.

Modelo de negócio:
A Bee2Share lucra com assinatura mensal de 299 dólares ou venda de créditos para o uso das máquinas. A empresa contratante paga um crédito (5 dólares) para fazer o match e entrar em contato com a empresa que disponibiliza o equipamento na plataforma. Já a empresa que tem a máquina paga dois créditos (10 dólares) para receber o contato do lead.

Fundação:
Julho de 2016.

Sócios:
Claudio D’Amato CEO
Diego Vegini COO
Marcos Rodrigues CTO
Derian Campos Advisor

Perfil dos fundadores:

Claudio D’Amato — 42 anos, São Paulo (SP) — é formado em Publicidade e Propaganda no IELUSC. Foi sócio da agência EDPS Comunicação, diretor de marketing da Revista Premier e diretor de B.I. na CRW Global Molds & Plastics, em Detroit (EUA).

Diego Vegini — 36 anos, Joinville (SC) é técnico em Mecânica e Automação pela Tupy. Trabalhou na Leas e na Pollux.

Marcos Rodrigues — 38 anos, Jaraguá do Sul (SC) — é técnico em informática pela Tupy. É desenvolvedor de software autônomo.

Derian Campos — 40 anos, São Paulo (SP)  especializou em marketing pela Harvard Business School. É CEO da CRW Global Molds & Plastics.

Como surgiu:
Claudio conta que a ideia de criar a Bee2Share veio de uma dor que os sócios viviam no dia a dia da indústria. “Para resolver o problema da ociosidade de máquinas ou encontrar uma para suprir uma demanda pontual, utilizávamos apenas o nosso networking, por meio de e-mail ou mesmo telefone”, diz o CEO. Ele fala que, como tinham conhecimento que esse era um problema de todo mercado industrial, decidiram criar a plataforma.

Estágio atual:
A startup conta com um escritório na região de Detroit e a sede em Joinville (SC). São 160 empresas cadastradas que totalizam 417 máquinas industriais. Já tem também cadastro de clientes da Ásia, Europa e Estados Unidos.

Aceleração:
A Bee2Share participou do Startup SC (Sebrae-SC) e atualmente está sendo acelerada pela Spin Capital.

Investimento recebido:
Derian investiu 400 mil reais de recursos próprios no negócio.

Necessidade de investimento:
Os sócios pretendem captar 600 mil reais em uma primeira rodada seed.

Mercado e concorrentes:
“Enxergamos que temos muito a evoluir para atender cada vez mais as necessidades do mercado industrial. O machine sharing é uma das vantagens do nosso business, mas em nosso roadmap já temos outras soluções que serão implantadas ao longo do tempo”, fala Claudio. Ele cita como concorrente indireto a Peerdustry.

Maiores desafios:
“Ganhar escala de forma acelerada. As validações e o produto estão prontos, agora, precisamos crescer a base de usuários e gerar negócios para os nossos clientes”, diz o CEO.

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
2021.

Visão de futuro:
“Queremos ser o maior parque fabril do mundo, disponibilizando máquinas e equipamentos industriais no mercado global e gerando negócios para as empresas cadastradas na nossa plataforma”, afirma Claudio.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho, mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Veja também: