SPONSORS:

A cultura maker e a versatilidade do plástico são o foco do PlastCoLab (inscreva-se!)

- 11 de dezembro de 2017
Instalado na Av. Paulista, 1230, em frente ao Shopping Cidade São Paulo, o makerspace pop-up funcionará até o domingo, 17/12

Construções, em geral, são erguidas para durar e resistir à ação do tempo – pense nas pirâmides egípcias, de pé há milhares de anos. Em São Paulo, porém, outro sólido geométrico inspira e dá forma a uma estrutura diferente, planejada para ter vida curta (curtíssima, aliás). É o PlastCoLab, o makerspace pop-up instalado no início do mês, na Avenida Paulista, a meio caminho entre o Paraíso e a Consolação. Com oficinas, palestras e hackatons gratuitos, o espaço funcionará só até domingo que vem, 17 de dezembro.

Celebrar a cultura maker e a versatilidade do plástico são os propósitos do PlastCoLab. O projeto faz parte do escopo do Plano de Incentivo à Cadeia do Plástico (PICPlast), iniciativa criada em 2013 pela Braskem e pela Associação Brasileira da Indústria do Plástico (ABIPLAST).

“Buscamos envolver o plástico em todas as atividades, utilizando seus diversos tipos e aplicações”, diz Renata Verne, coordenadora de marketing da Braskem. “Há oficinas que utilizam o polietileno (PE), o EVA foi utilizado na oficina de estêncil e o acrílico será usado na oficina de fliperamas e no workshop de acessórios na cortadora laser, por exemplo. O polietileno verde está sendo utilizado na impressora 3D do projeto Imprimindo o Futuro.”

Especialistas do movimento maker participaram da curadoria da exposição no primeiro piso e estão à frente das oficinas, palestras e hackatons realizados no segundo e no terceiro andar. O objetivo é engajar o público e difundir a mensagem de que qualquer um pode criar, prototipar e dar vida a suas ideias. “Mais de mil pessoas visitaram o andar EXPO no dia da inauguração”, diz Renata. “Até o momento, recebemos em média 400 visitantes por dia.”

Para participar das atividades é preciso fazer uma inscrição no site do PlastCoLab. No próximo sábado, 16, a youtuber e empreendedora-mirim Manoela Meroti, de 9 anos, vai apresentar a palestra “Como Ganhei meu Primeiro Hackathon criando Brinquedo”, às 14h. No domingo, 17, último dia do cubo, é a vez do hackaton “Criação de acessórios para a Bike”, com Maria Augusta Bueno, diretora São Paulo Lab.

“O hackathon vai estimular a criação de acessórios para tornar as bicicletas ainda mais funcionais, como porta-celulares e cadeirinhas para crianças, a partir da reutilização de objetos de plástico”, diz Renata. O público-alvo são ciclistas e estudantes de arquitetura urbana – mas não só. “A ideia foi criar uma atividade inclusiva que possibilitará a participação de qualquer pessoa, sem necessidade de conhecimento técnico prévio. Queremos proporcionar uma primeira experiência como maker, mostrando os atributos de resistência e reciclabilidade que só o plástico tem.”

Interessado? O PlastCoLab está na Av. Paulista, 1230, em frente ao Shopping Cidade São Paulo. Mas é só até 17 de dezembro! Então visite o site e inscreva-se!

Veja também: