SPONSORS:

A Destine Já realiza destinação de resíduos para PMEs por meio de software inteligente

- 3 de maio de 2019

Nome:
Destine Já.

O que faz:
Soluções personalizadas de destinação de resíduos para pequenas e médias empresas que precisam atender licenças ambientais por meio de software inteligente, coletores qualificados e rastreabilidade da destinação em nuvem.

Que problema resolve:
A destinação inadequada de resíduos industriais e altos custos de destinação por pequenas e médias empresas.

O que a torna especial:
Segundo os fundadores, a aplicação de tecnologia para otimizar a logística e a destinação de resíduos, bem como facilitar sua gestão online.

Modelo de negócio:
Contrato com assinatura e coleta recorrentes, além de serviços avulsos de acordo com as demandas dos clientes.

Fundação:
Novembro de 2017.

Sócios:
Ruan Guasti Villela dos Santos — CEO
Christian José Sabino — Gerente de Negócios

Fundadores:

Ruan Guasti Villela dos Santos — 29, Vitória (ES) — é formado em Administração de Empresas pela Faculdade Pio XII. Trabalhou na Biopetro Ambiental.

Christian José Sabino — 35, Lajinha (MG) — é formado em Administração de Empresas pelo Centro Universitário do Espírito Santo. Trabalhou na Bipetro Ambiental.

Como surgiu:
Os sócios trabalharam juntos em uma empresa tradicional de destinação de resíduos e contam que perceberam como muitas demandas não eram atendidas pelos clientes. Depois de saírem dessa companhia, eles dizem que entenderam que o melhor era desenvolver o negócio próprio. “Criamos uma página na web para validar a ideia, postamos nas mídias sociais e começamos a receber as primeiras demandas”, falam.

Estágio atual:
A empresa está sediada na Incubadora Tecnológica do Espírito Santo – Tecvitória e já atendeu 250 clientes, destinando corretamente 300 toneladas de resíduos.

Aceleração:
A startup foi acelerada pelo SEBRAE-ES no Maratona de Negócios de Impactos Sociais e Ambientais (2016), pelo Programa Shell Iniciativa Empreendedora no Espírito Santo (2017), pelo Programa Inovativa Brasil do Governo Federal e Sebrae Nacional (2018) e está em fase de aceleração junto ao Programa Sinapse de Inovação do Governo do Espírito Santo ao mesmo tempo em que participa do Programa BNDES Garagem.

Investimento recebido:
Os sócios investiram 200 mil reais e contaram também com 47 mil reais (subvenção econômica não reembolsável do Programa Sinapse de Inovação do Governo do Espírito Santo) mais 6 mil reais do Prêmio do Programa Shell Iniciativa Empreendedora ES.

Necessidade de investimento:
Buscam captar junto a fundos de investimento 1,9 milhão de reais para expandir o negócio para outros estados brasileiros.

Mercado e concorrentes:
“O mercado é regulado e as empresas geradoras de resíduos têm obrigação de fazer a destinação correta. Segundo o IBGE, a geração per capita de resíduos é equivalente a 1,08 quilo por habitante por dia. Segundo a Abretre, o mercado está estimado em 22 bilhões de reais por ano. Existem 2,3 milhões de empresas com licença ambiental no Brasil e com demandas recorrentes de destinação”, afirma Ruan. Ele aponta como concorrentes a Descarte legal, vg resíduos e net resíduos.

Maiores desafios:
“Formar uma equipe de talentos, desenvolver a tecnologia e ter acesso ao mercado. Aliando este tripé, nosso crescimento será conquistado de forma sistêmica e rápida”, diz Christian.

Faturamento:
100 mil reais (2018)

Previsão de break-even:
Final de 2019.

Visão de futuro:
“Ser a maior plataforma digital de destinação de resíduos do Brasil até 2022, oferecendo um mix de serviços ambientais e garantindo que o cliente possa conquistar a sustentabilidade da sua empresa através da nossa tecnologia”, contam os sócios.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho, mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

1630 Total Views 1 Views Today
Veja também:

A Casa Causa ajuda pequenas e médias empresas a trilhar o caminho do “Lixo Zero”

- 19 de junho de 2019

Ao se permitir fazer arte em miniaturas, ela deu o grande salto e ressignificou a carreira e a própria vida

- 20 de fevereiro de 2019