SPONSORS:

A ih!restrito alerta os usuários sobre alimentos restritos para sua dieta

- 3 de outubro de 2018

Nome:
ih!restrito.

O que faz:
É um app que identifica, por meio da leitura do código de barras, as principais características do alimento e alerta se ele possui algum dos componentes configurados como restrito para o usuário (como glúten, lactose, glicose, entre outro).

Que problema resolve:
O negócio busca promover comodidade e facilidade para as pessoas com intolerância, restrição ou preferência alimentar.

O que a torna especial:
Segundo os fundadores, além de oferecer três funcionalidades integradas (consulta dos ingredientes, alerta de alergênicos e agenda alimentar), o app também oferece parcerias com empresas de produtos e serviços voltados para intolerantes, aproximando o consumidor de opções de serviços e produtos do tipo existentes no mercado.

Modelo de negócio:
O ih!restrito lucra com as parcerias comerciais realizados com empresas que fornecem serviços ou produtos para este nicho.

Fundação:
Fevereiro de 2018.

Sócios:
Márcia Freitas — Cofundadora e CEO
Diego Noguero — Cofundador e CTO

Perfil dos fundadores:

Márcia Freitas — 38 anos, Rio de Janeiro(RJ) — é formada em Ciência da Computação pela UNIG, com MBA em Administração e Sistema de Informações pela UFF. Trabalhou na Enel Brasil e na IBM.

Diego Noguero — 32 anos, São Paulo (SP) — é formado em Engenharia Robótica pela UNIP, com MBA em Arquitetura de Soluções e em Engenharia de Software pela FIAP. Trabalhou na Fundação Ezute e na Via Varejo.

Como surgiu:
Os sócios contam que a proposta surgiu da dificuldade real de Diego, que possui histórico de restrição alimentar na família, e passava mais tempo que o necessário no supermercado tentando descobrir se, nos alimentos desejados, existia algum componente que poderia lhe prejudicar. Diego se juntou, então, à Marcia (que também possui intolerância alimentar) e a empresa Labsit para criar uma solução que facilitasse essas consultas e ajudasse as pessoas a se protegerem da ingestão de um componente indevido.

Estágio atual:
O app começou a operar há dois meses em fase beta e conta com aproximadamente 200 usuários não pagantes.

Aceleração:
O negócio busca aceleração.

Investimento recebido:
Os sócios investiram 400 mil reais de recursos próprios, distribuídos entre serviços e desenvolvimento da solução.

Necessidade de investimento:
Os empreendedores pretendem captar 300 mil reais para dar andamento às atualizações e lançamento de novos serviços.

Mercado e concorrentes:
“Nós sabemos que o mercado de conexão de pessoas e serviços está em alta. Mesmo assim, observamos que a área de saúde ainda é carente de soluções com este objetivo. Além disso, também queremos trazer a questão da transparência para o contexto da saúde e qualidade de vida”, fala Márcia. Ela diz que a empresa ainda não possui concorrentes.

Maiores desafios:
“No momento nosso maior desafio é construir uma base de clientes. Estamos trabalhando nossas páginas nas redes sociais, nosso site, buscando parcerias de divulgação e, em paralelo, comerciais”, afirma Diego.

Faturamento:
Ainda não fatura.

Previsão de break-even:
2020.

Visão de futuro:
“Consolidar a ih!restrito como uma empresa que representa um pacote de soluções para o dia a dia de pessoas que convivem com algum tipo de restrição, alergia, intolerância ou apenas preferência alimentar”, contam os sócios.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Veja também:

Como a FindUP encurtou o caminho entre técnicos de informática e redes varejistas na América Latina

- 28 de agosto de 2018
4845 3 0

A MindMiners põe, literalmente, na palma da mão um serviço historicamente custoso: pesquisas de opinião

- 14 de junho de 2018
7651 3 0
Sem experiência na área de pesquisa de opinião, Renato Chu e os sócios conseguiram tornar mais ágil e barata a a coleta e análise de informações sobre consumidores.

De olho no nicho da alimentação saudável, a OneMarket se molda para acompanhar o próprio mercado

- 16 de maio de 2018
Lucas Marin, Henrique e Luiz queriam empreender em algo com potencial de mercado. Assim começou a história da OneMarket.