SPONSORS:

A Jobecam é uma plataforma de videorecrutamento

- 28 de março de 2018

Nome:
Jobecam.

O que faz:
É uma plataforma de automatização dos processos de seleção de talentos por meio de vídeos e inteligência artificial.

Que problema resolve:
Reduz o tempo para realizar um processo de contratação que, segundo os sócios, pode levar até 40 dias, e o turnover que, no Brasil, gera “uma perda de aproximadamente 100 milhões de reais por ano.”

O que a torna especial:
O sistema faz as transcrições do áudio dos vídeos dos candidatos e sua inteligência artificial filtra e ranqueia os perfis adequados para a vaga. Além disto, oferece um espaço adequado para o candidato faz sua gravação.

Modelo de negócio:
O Jobecam é gratuito para os candidatos. Já das empresas é cobrada uma assinatura mensal de 200 a 800 reais, que varia de acordo com o volumes de vagas buscadas.

Fundação:
Maio de 2016.

Sócios:
Cammila Yochabell — CEO
Daniela Lopes — COO
Thaís Ferraro — CMO
Israel Sousa — CTO
Diogo Felizardo — Fullstack
Gian Filli — Conselheiro

Perfil dos fundadores:

Cammila Yochabell — 32 anos, Mossoró (RN) — é formada em Petróleo e Gás pela Universidade Potiguar e tem MBA em Gestão Estratégia de Recursos Humanos pela FGV. Trabalhou na Sage e Concentrix.

Daniela Lopes — 36 anos, São Paulo (SP) — é formada em Engenharia de Produção pela UFSCar e tem MBA em Marketing pela USP e FGV. Trabalhou na Red Consulting.

Thaís Ferraro — 34 anos, São Paulo (SP) — é formada em Psicologia pela UNIP e pó-graduada em Administração pela FAAP. Trabalhou na Red Consulting.

Israel Sousa — 38 anos, Mossoró (RN) — é formado em Tecnologia da informação pela IFRN. Trabalhou na Petrobras.

Diogo Felizardo — 28 anos, Mossoró (RN) — é formado em Sistema da informação pela UNIP. Trabalhou na Lunar Technologia.

Gian Filli — 46 anos, São Paulo (SP) — é formado em Ciência pela Boston University e em Economia pela IBMEC. É sócio da consultoria de gerenciamento RGF & Associados.

Como surgiu:
Cammila diz que quando estava passando um período na Oceania e precisou enviar uma apresentação profissional mais dinâmica para os recrutadores no Brasil sentiu a necessidade de um recurso que facilitasse esse trâmite. Na ocasião, ela afirma que não encontrou nenhuma ferramenta adequada para isso e decidiu criar a sua própria solução.

Estágio atual:
O negócio tem escritório em São Paulo, mais de 15 mil usuários cadastrados e quase 100 empresas utilizando a plataforma.

Aceleração:
A startup é acelerada pela Red consulting, consultoria especializada em recrutamento e seleção.

Investimento recebido:
Os fundadores investiram, entre recursos próprios e aporte de amigos e familiares, 400 mil reaisl.

Necessidade de investimento:
Pretendem captar um novo aporte, com valor ainda não definido.

Mercado e concorrentes:
“O mercado global de contratações movimenta aproximadamente 400 bilhões de euros”, diz Cammila. Ela aponta como concorrentes a Catho, LinkedIn, Jobconvo, Compleo, Cammio e Presumé.

Maiores desafios:
“Escalabilidade de usuários. Hoje atuamos como ferramenta e as empresas trazem os usuários”, afirma a CEO.

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
2020.

Visão de futuro:
“Queremos ser a maior plataforma de vídeo recrutamento da América Latina e, logo, do mundo”, conta Cammila.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

8581 Total Views 1 Views Today
Veja também:

A mineira Solides criou uma inteligência artificial pioneira para melhorar a gestão de recursos humanos

- 22 de julho de 2019