SPONSORS:

A Medicinae Solutions facilita a gestão financeira em consultórios médicos e clínicas

- 29 de agosto de 2018

Nome:
Medicinae Solutions.

O que faz:
É uma plataforma de gestão financeira para consultórios médicos e clínicas.

Que problema resolve:
A falta de tempo dos médicos para lidar com essas questões e a lacuna que possuem em suas formações na parte financeira e de gestão.

O que a torna especial:
Segundo os fundadores, pela plataforma o usuário pode acompanhar suas informações de faturamento, pagamento e glosa dos planos de saúde. Além disso, oferece a opção de antecipação de recebíveis e uma solução para os pagamentos no atendimento particular (maquininha sem custo de aquisição ou aluguel).

Modelo de negócio:
A plataforma é gratuita e a startup lucra com taxas cobradas pela antecipação dos recebíveis e das transações realizadas nas maquininhas da empresa.

Fundação:
Agosto de 2016.

Sócios:
Rafael Coda — CEO
Luciana Lessa — CHO (Chief Health Officer)
Thiago Garuti — Project Manager
Andre Sloboda — investidor
Cassio Azevedo — investidor
Philip Wender — investidor
Felipe Turon — investidor

Perfil dos fundadores:

Rafael Coda — 37 anos, Rio de Janeiro (RJ) — trabalhou na Ambev, Banco Pactual, UBS e na Albatroz Participações.

Luciana Lessa  39 anos, Brasilia (DF) é formada em Medicina pela UFF e Cirurgia Geral no HGNI (Hospital Geral de Nova Iguaçu), com MBA em Saúde pela FGV. Tem passagem por empresas como Golden Cross, Oncologistas Associados e Unimed Rio

Thiago Garuti — 30, Rio de Janeiro (RJ) é formado em Engenharia de Produção pela PUC-Rio e candidato nível 3 ao CFA. Tem passagem por empresas como Paraty Investimentos, A3 Performance Gestão de Recursos e Finxi Tecnologia.

Como surgiu:
Rafael conta que a ideia foi levantada por um dos sócios, André, que é médico e compartilhou as dificuldades enfrentadas no entendimento do processo de faturamento e pagamento de sua clínica junto aos planos de saúde.

Estágio atual:
A startup está instalada no Wework, no Rio de Janeiro, e no Cubo, em São Paulo. Conta com 200 usuários e já organizou e avaliou mais de 65 milhões de reais na plataforma.

Aceleração:
Não teve.

Investimento recebido:
Os sócios investiram 2 milhões de reais de recursos próprios e, agora, estão levantando uma rodada seed money entre 2 milhões a 2,5 milhões de reais.

Necessidade de investimento:
No momento não pretendem captar mais recursos, mas em 12 meses estudam a possibilidade de uma rodada série A.

Mercado e concorrentes:
“Acreditamos que o setor apresenta inúmeras oportunidades em várias frentes”, diz Rafael. Existem plataformas com serviços semelhantes como a Saúde Vianet e a 4Medic.

Maiores desafios:
“Nosso desafio é trazer a gestão financeira para o dia a dia do médico de maneira mais objetiva possível para que ele consiga dedicar mais tempo à sua atividade core. Queremos também democratizar o crédito para o setor de saúde do Oiapoque ao Chuí”, conta o CEO.

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
2019.

Visão de futuro:
“Queremos impactar a classe médica, melhorando a vida desses profissionais por meio da orientação em dados, educação financeira e fomento ao crédito com o menor custo possível”, conta Rafael.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

4497 Total Views 1 Views Today
Veja também: