SPONSORS:

A Minha Visita é uma ferramenta de gestão de equipes externas de vendedores

- 11 de junho de 2018

Nome:
Minha Visita.

O que faz:
É uma ferramenta (plataforma SaaS e app) de gestão de equipes externas de vendedores, representantes e empresas.

Que problema resolve:
Aumenta a produtividade, pois permite ao gestor acompanhar em tempo real a jornada desse funcionário (local onde está, a atividade que realiza, produto mais vendido etc).

O que a torna especial:
Segundo os fundadores, o negócio permite gerar relatórios classificados por cliente, vendedor, região, atividade ou tendências; personalizar as funcionalidades da solução de acordo com a necessidade da empresa; criar agendas e armazenar o histórico das negociações de cada consumidor.

Modelo de negócio:
A Minha Visita lucra com a assinatura SaaS da plataforma no modelo B2B no qual é cobrado de 19,90 a 24,90 reais por usuário (de acordo com o número de vendedores utilizando o sistema).

Fundação:
Setembro de 2017.

Sócios:
Alexandre Martins — CEO
Elvis Feksa— CTO
Gabriel Hartz — CFO

Perfil dos fundadores:

Alexandre Martins — 49 anos, Pelotas (RS) — é mestre em Administração de Empresas pela Unisinos. Trabalhou como gestor comercial em empresas como Net Serviços e Calcados Bibi. É fundador da Action Consulting, consultoria em treinamentos de vendas, e atua como professor de MBA da Unisinos RS.

Elvis Feksa — 29 anos, Santiago (RS) — é formado em Informática pela Feevale. Trabalhou na West Coast.

Gabriel Hartz — 28 anos, Campo Bom (RS) — é formado em Informática pela Feevale. Foi administrador de TI da Feevale.

Como surgiu:
Alexandre conta que quando um cliente de sua consultoria solicitou o monitoramento de sua equipe de vendas, ele observou que no mercado que só existiam soluções “caras e personalizadas”. Ele fala: “Não havia um software que pudesse ser disponibilizado para qualquer empresa via web”. Foi dessa lacuna no mercado que ele diz ter desenvolvido a ideia de fazer um app que não tivesse a complexidade de um CRM e gerasse menos desgaste entre os vendedores na hora de preencher relatórios.

Estágio atual:
O escritório fica em Nova Hamburgo (RS) e a startup conta com 155 clientes, com um total de 3 400 usuários.

Aceleração:
A Minha Visita foi acelerada pela Wow Aceleradora.

Investimento recebido:
Os sócios receberam 150 mil reais por 8% de participação de um investidor-anjo.

Necessidade de investimento:
Os empreendedores acabam de captar 100 mil reais da aceleradora por 4% de participação.

Mercado e concorrentes:
“O mercado está em crescimento, a cada mês registramos uma média de 15 novos clientes”, afirma Alexandre. Ele cita como concorrentes as plataformas Auvo, Pipedrive e Salesforce.

Maiores desafios:
“O nosso principal desafio é deixar a ferramenta cada vez mais intuitiva e simples para o usuário”, diz o CEO.

Faturamento:
30 mil reais (no mês passado).

Previsão de break-even:
Já foi atingido em abril deste ano.

Visão de futuro:
“Ser o aplicativo de gestão de visitas mais simples para o usuário e eficiente para o gestor. Em breve a solução deve receber novas funcionalidades como comunicador interno, envio de fotos pelo aplicativo e integração via API com sistemas de CRMs e ERPs”, conta Alexandre.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Veja também:

Verbete Draft: o que é Pipeline de Talentos

- 10 de outubro de 2018
557 0 0

Verbete Draft: o que é People Analytics

- 3 de outubro de 2018
729 0 0
A aplicação do People Analytics ajuda empresas na gestão de pessoas usando o rigor científico dos dados.