SPONSORS:

A RP Trader terceiriza etapas do processo de vendas de negócios B2B

- 25 de fevereiro de 2019

Nome:
RP Trader.

O que faz:
Terceiriza as etapas de vendas de negócios B2B, assumindo as funções de qualquer estágio do funil de vendas dos parceiros, o que inclui a prospecção de leads qualificados, o fechamento e a fidelização.

Que problema resolve:
Segundo os fundadores, por não existir uma educação formal voltada ao profissional de vendas, a gestão da área acaba relegada ao segundo plano, mesmo sendo essencial para o aumento de receita. Dentro do setor, a dificuldade fica mais clara na prospecção, ou seja, na busca por novos parceiros comerciais e clientes.

O que a torna especial:
Ainda de acordo com os fundadores, a startup se vê como uma extensão das empresas que atende, o que facilita o processo de crescimento dos seus clientes “em até cinco vezes”. Os empreendedores ainda contam que usam uma metodologia do Vale do Silício.

Modelo de negócio:
A RP Trader cobra das empresas uma mensalidade a partir de 4.500 reais para terceirizar as etapas de vendas.

Fundação:
Maio de 2018.

Sócios:
Patrick Suyti — CEO
Rafael Mendes — COO

Perfil dos fundadores:

Patrick Suyti — 24 anos, Santa Fé (PR) — é formado em Contabilidade pela Universidade Positivo e pós-graduado em Controladoria pela Universidade Federal do Paraná. É consultor de investimentos na Ademilar.

Rafael Mendes — 32 anos, Cuiabá (MT) — é técnologo em Gestão de TI pelas Faculdades Integradas Santa Cruz de Curitiba, com especialização em Gestão de Projetos pelo FAE Centro Universitário. É professor de Vendas na Universidade Previsível e na Escola Conquer.

Como surgiu:
Rafael conta que iniciou sua carreira como técnico de informática, aos 14 anos. Em 2014, começou a trabalhar com consultor de vendas em uma empresa de tecnologia e diz que, em seis meses, devido a estudos de metodologia e seus avanços profissionais, foi promovido a gerente comercial. Passou a estudar anda mais processos de vendas e afirma que se apaixonou pela metodologia da receita previsível. “Em 2018, passei por um processo de mentoria pelo time do Aaron Ross no Brasil por meio da Universidade Previsível, e ali percebi que poderia transformar a metodologia em uma empresa”, diz. Junto com Patrick Suyti, que já empreendia na área financeira, ele fundou a RP Trader.

Estágio atual:
A startup tem escritório em Curitiba, conta com 16 pessoas no time e atende 12 clientes.

Aceleração:
Não teve.

Investimento recebido:
Os sócios receberam um aporte externo de 140 mil reais.

Necessidade de investimento:
Não buscam no momento.

Mercado e concorrentes:
“Terceirizando o setor comercial com uma empresa focada apenas em vendas, existe a garantia de que seu time de vendedores será capacitado e estará pronto para entregar resultados, enquanto a atividade-fim da empresa é desenvolvida e aprimorada”, afirma Rafael. Ele aponta como concorrentes indiretos a EMGE, PaP Solutions, Albaclara, MHB Par e Grupo Affari.

Maiores desafios:
Para os sócios, as maiores dificuldades são: encontrar colaboradores com inteligência emocional, investir em marketing e em infraestrutura.

Faturamento:
20 mil reais (dezembro de 2018).

Previsão de break-even:
2021.

Visão de futuro:
“Até o final de 2019, nosso desejo é abrir um escritório na capital paulista. Em cinco anos, nosso objetivo é nos tornarmos líderes no segmento”, diz Patrick.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho, mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

1141 Total Views 1 Views Today
Veja também: