SPONSORS:

A Tap To Go é uma curadoria de experiências de lazer e turismo

- 4 de julho de 2019

Nome:
Tap To Go.

O que faz:
É um aplicativo de curadoria de experiências gastronômicas, de lazer, entretenimento e esportes em São Paulo e Rio de Janeiro.

Que problema resolve:
Para os usuários, reúne as atividades em apenas um local e permite que comprem as experiências em alguns cliques com data e hora marcadas. Para os empreendedores do setor, é uma forma de inseri-los no ecossistema digital.

O que a torna especial:
Segundo os fundadores, a plataforma é o primeiro One Stop Shop de experiências com curadoria da América Latina. As atividades podem ser compradas a partir de 50 reais.

Modelo de negócio:
O modelo de negócio é o  revenue share, isto é, a cada ticket vendido compartilha a receita com seus parceiros.

Fundação:
Abril 2019.

Sócios:
Antonio Affonseca — CEO e cofundador
Ana Carolina Lembo — sócia

Fundadores:

Antonio Affonseca — 41 anos, São Paulo (SP) — é formado em Publicidade pela FAAP e Administração de Empresas pela FGV. Tem passagens pela Nestlé, Citibank e BRF.

Ana Carolina Lembo — 28 anos, Rio de Janeiro (RJ) — é formada em Direito pelo Mackenzie e logo no começo da faculdade criou o site de gastronomia e viagem, o Do Pão ao Caviar, que depois de três anos no ar acabou virando o seu trabalho principal.

Como surgiu:
Ana e Marco contam que estudaram o mercado e perceberam que havia um grande potencial neste nicho para a região da América Latina, uma vez que nos EUA, Europa e Ásia estavam surgindo os primeiros unicórnios do setor, como Klook e Get Your Guide. De setembro de 2018 a abril de 2019, a dupla fez o MVP, cadastrou 60 atividades em São Paulo, fez o soft launch com users testes, ajustou o que era necessário e lançou a primeira versão comercial do app em maio deste ano, apenas na versão IOS.

Estágio atual:
A startup conta com 450 usuário cadastrados e 1200 downloads do app.

Aceleração:
Participa do BNDES Garagem.

Investimento recebido:
A empresa recebeu um investimento-anjo de 300 mil reais.

Necessidade de investimento:
Os sócios querem primeiro concluir a validação do modelo de negócio, junto ao programa BNDES Garagem, e depois buscar um investimento seed.

Mercado e concorrentes:
“Hoje este mercado de experiências gira em torno de 30 bilhões de dólares ao ano na América Latina. Para se ter uma ideia,15% do budget do turista é em atividades de lazer e turismo, sendo que mais de 100 milhões de pessoas passam pela região anualmente. Essa cadeia é composta 95% de micro e pequenos empreendedores que têm dificuldade de acessar o mundo digital”, diz Antonio. Ele aponta como concorrentes indiretos o Airbnb Experience, a Food Pass e o Dream Pass.

Maiores desafios:
“Hoje o maior obstáculo é escalar o negócio, integrando toda a cadeia na plataforma”, diz o CEO.

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
“Nosso break-even operacional na cidade de São Paulo está previsto para dezembro de 2019, porém como se trata de um negócio de velocidade e expansão das cidades, nossa curva de investimento é longa, consumindo capital por pelo menos dois anos.”

Visão de futuro:
“Queremos transformar o mercado de atividades de lazer e turismo na América Latina”, afirma Antonio.

Onde encontrar:
Site
Contato

889 Total Views 2 Views Today
Veja também:

“Praticar o desapego foi doloroso, mas aprendemos que o ser em abundância é mais importante do que o ter”

- 30 de novembro de 2018
Aline e Paulo largaram São Paulo para empreender uma pousada de praia na Bahia.

Depois do sonho realizado, o Kitanda Brasil deixou Minas Gerais para servir comida caseira em São Paulo

- 25 de julho de 2018
Tanea Romão viveu o desejo de ter um restaurante nas montanhas... Aí, passou. Agora, ela conta como decidiu voltar à capital paulista e, em novo cenário, reconstruir seu propósito de vida.