SPONSORS:

A UniverSaúde é uma plataforma de educação para quem trabalha na área da saúde

- 22 de janeiro de 2018

Nome:
UniverSaúde.

O que faz:
É uma plataforma educacional  para gestores e profissionais de saúde.

Que problema resolve:
A startup oferece cursos de especialização para os profissionais do setor.

O que a torna especial:
Segundo os fundadores, o negócio oferece cursos online de curta duração e focados na formação prática.

Modelo de negócio:
A UniverSaúde lucra com planos de assinatura mensais que variam de 9 a 26 reais.

Fundação:
Maio de 2017.

Sócios:
Erico Vasconcelos — CEO
Juliana Vasconcelos — COO

Perfil dos fundadores:

Erico Vasconcelos — 41 anos, Rio de Janeiro (RJ) — é formado em Odontologia na Universidade de Mogi das Cruzes, tem mestrado em Estomatologia e MBA em Gestão de Pessoas pela mesma instituição. É professor de Saúde Coletiva da Universidade de Mogi das Cruzes.

Juliana Vasconcelos — 40 anos, São Paulo (SP) — é formada em Odontologia pela Universidade de Mogi das Cruzes. Trabalhou na Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina, organização social ligada à Unifesp.

Como surgiu:
Após atuar como cirurgião dentista em diversas organizações e hospitais privados, participando da criação do Programa “Brasil Sorridente”, Erico desenvolveu uma visão da necessidade de mais cuidado com a prevenção de doenças e especialização dos profissionais da área. Para atender as duas pontas, decidiu investir em um portal de ensino para profissionais deste setor.

Estágio atual:
A startup conta com 551 assinantes e 30 pessoas na equipe de colaboradores.

Aceleração:
O negócio é acelerado pelo Quintessa.

Investimento recebido:
Os sócios investiram 300 mil reais de recursos próprios.

Necessidade de investimento:
Os empreendedores estudam a possibilidade de captar fundos mais para frente.

Mercado e concorrentes:
“O fomento à uma saúde voltada a prevenção tem o potencial de reduzir custos de todos prestadores de serviços do setor (hospitais, planos de saúde, clínicas, etc) e melhorar a experiência do cliente no atendimento, que hoje é extremamente mal avaliado”, diz Erico. Ele aponta como concorrentes o EducaSaúde, a Unieducar (do Senac) e a Educa+, além de redes internas de universidades e hospitais.

Maiores desafios
“O mercado é muito grande e a necessidade de melhoria na qualidade de atendimento é premente, tanto pelos usuários quanto pelos prestadores de serviço. Sendo assim, o desafio, no momento, é definirmos qual é o segmento de mercado que será foco neste início da UniverSaúde para conseguirmos tracionar e ganhar escala”, afirma o CEO.

Faturamento:
250 mil reais (em 2017).

Previsão de break-even:
Maio de 2019.

Visão de futuro:
“Tornar-se uma plataforma fonte de conhecimento e ser reconhecida pela acessibilidade e alta qualidade por gestores e profissionais de saúde de todo o país”, diz Erico.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Mas, se você tem uma ideia e ainda não sabe como estruturá-la em uma estratégia de negócios, escreva para mentoria@projetodraft.com e conheça nosso novo serviço de Mentoria.

Veja também:

Aos 24, ele criou o ePHealth, um app que simplifica o trabalho dos agentes de saúde. É bom e dá lucro

- 28 de maio de 2018
Pedro não era do setor de saúde nem de tecnologia, mas viu na junção das duas áreas uma oportunidade de empreender.