SPONSORS:

Bandeira branca para a energia renovável e para a redução de custos

- 4 de outubro de 2018
Geração distribuída solar é uma das opções sustentáveis oferecidas pela AES Tietê (foto: Pixabay)

Você sabe como funcionam as Bandeiras Tarifárias?

Todos os meses, na descrição de sua conta de luz, há referência a uma bandeira que pode ser verde, amarela ou vermelha nos patamares 1 e 2. Esta sinalização faz parte de um sistema implementado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) em 2015, com o objetivo de alertar os consumidores sobre o custo de geração de eletricidade.

Na prática, significa que em condições favoráveis os reservatórios estão cheios permitindo as usinas hidroelétricas gerarem em máxima potência. Mas em longos períodos sem chuva a capacidade de abastecimento é comprometida e a geração de energia é complementada com a ativação de usinas termelétricas, que possuem custos mais altos devido à dependência de combustíveis como insumo. O repasse é feito ao consumidor e as bandeiras são utilizadas para indicar seu valor.

Em abril de 2018, a Aneel também aprovou reajustes e revisões de tarifas para distribuidoras de energia que operam nas regiões Sul e Nordeste do país, com impactos entre 5% e 22,5% para os consumidores.

De 2013 até agora, o preço da energia deu um salto de 80%. Este aumento e a imprevisibilidade da conta de energia são muito prejudiciais para o consumidor final, mas também podem trazer efeitos drásticos para a indústria. A eletricidade é o principal insumo usado por 79% das empresas no Brasil e pode representar mais de 40% de seus custos de produção, segundo a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

Há luz (e opções) no fim do túnel

Sabemos da importância da energia para gerar competitividade para os negócios de nossos clientes e apresentamos aqui opções que garantem redução de custos, previsibilidade na conta, inovação e sustentabilidade.

  • Geração distribuída solar: Oferecemos duas opções, ambas no modelo de fazenda solar, uma solução inovadora e sustentável para vários tipos de segmentos, tamanho e porte.

Geração remota: várias unidades do mesmo cliente (autoconsumo remoto).

Possibilidade de uso dos créditos em mais de uma unidade que estejam sob a mesma titularidade.

Geração compartilhada: reúne vários clientes e segmentos diferentes em um consórcio ou cooperativa. A transmissão e compensação de créditos é feita pela própria rede da distribuidora

Em ambos os casos de contratação não existe investimento inicial pelo cliente. A AES Tietê constrói, realiza a manutenção e a operação das fazendas solares integralmente, para a segurança e comodidade da sua empresa.

  • Gestão de consumidores livres:

O mercado livre de energia como o próprio nome diz é um ambiente de contratação onde consumidores podem realizar a compra de energia de forma bilateral, escolhendo o fornecedor e as condições que mais lhe favorecem.

Como atuamos?

  • Negociamos preços, fazemos adequação de prazos de pagamento, ajustamos volumes contratados e definimos as melhores formas de reajuste para nossos clientes. É o fim da imprevisibilidade das contas de energia;
  • Elaboramos os estudos de migração do mercado cativo (atendido pelas distribuidoras) para o Ambiente de Contratação Livre (ACL);

Vantagens?

  • Escolha do fornecedor de energia e flexibilidade em condições contratuais como preço, volume e prazo de pagamento.
  • Acesso às condições de preços mais favoráveis quando comparados com a compra tradicional de energia através da distribuidora.
  • Gestão de consumidores cativos:

O mercado cativo ou Ambiente de Contratação Regulada é aquele onde a compra da energia é feita direto com a distribuidora local.

Como atuamos?

  • Fazemos auditoria de custos com energia elétrica (identificação de cobranças indevidas);
  • Realizamos estudos de mercado identificando possíveis oportunidades para redução dos custos de energia (contratação de demanda, viabilidade de migração para o mercado livre e etc);

Vantagens?

  • Melhor administração do consumo e faturamento de energia;
  • Maior controle de renovação e gestão de contratos;

Oferecemos as melhores estratégias de aquisição de energia e suporte regulatório, com um serviço que cobre o estudo dos pré-requisitos para a migração, a análise de viabilidade econômico-financeira considerando a economia esperada e a responsabilidade por todas as tratativas com as concessionárias e a CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica).

Quer mais tranquilidade ainda?

Opte por ter a AES Tietê como Representante varejista e 100% responsável pelo fornecimento e gestão da energia.  Todos os benefícios do mercado livre, sem as atividades operacionais. Chega de contribuições associativas, aporte de garantias, liquidação no mercado de curto prazo, preocupações com pagamento de encargos e penalidades.

Com esse produto nossos clientes comprovam a adoção de sustentabilidade na compra de energia, agregam valor às marcas e colaboram com a redução de seus impactos ao meio ambiente.

Ficou interessado? Fale com um dos nossos especialistas.

 

Esta matéria pode ser encontrada no portal da AES Tietê. Confira o site para ler mais histórias de inovação no setor elétrico!

Veja também:

Como a CPFL se aproximou de startups para acelerar seu processo de inovação

- 10 de maio de 2018