SPONSORS:

Comida de afeto e criatividade: a receita do Duas Terezas para conquistar o mercado

- 9 de agosto de 2019
Andar na contramão da concorrência e enxergar os pequenos detalhes, como um cardápio personalizado, podem ser estratégias decisivas para o sucesso do negócio.

 

Manter-se atento aos concorrentes e buscar alternativas inovadoras para se destacar no mercado são algumas das preocupações diárias de toda empreendedora. E para quem atua em um setor saturado, como é o ramo da alimentação, o empenho deve ser ainda maior.

Conheça as estratégias adotadas pelas proprietárias do restaurante Duas Terezas para diferenciá-lo dos demais.

A empresa: Inaugurado em 2016 pelas sócias Mariana Pelozio e Adriana Frasson, o restaurante Duas Terezas, em São Paulo, poderia ser apenas mais um entre tantos os que surgem na cidade. Mas para sobreviver e, mais que isso, aumentar sua clientela, as empreendedoras mantêm o olhar atento às dores e desejos de seus clientes, e se reinventam a todo momento.

Desafios e aprendizados: O Duas Terezas nasceu fazendo eventos, pequenas festas. Porém, com a crise, aqueles clientes que tinham contratado a empresa para fazer chá de bebe, batizado, aniversário de um ano, desapareceram. Foi a hora de mudar de foco. As sócias mudaram de estratégia e focaram nas empresas que estavam investindo em treinamento. Assim passaram a servir coffee break e almoços em escritórios.
Em 2016 montaram o Duas Terezas como bistrô em um container pequenininho e no ano passado, mudaram para um endereço nos Jardins.

Outro momento desafiador que gerou uma ótima oportunidade ocorreu quando um cliente da indústria farmacêutica precisou fazer um jantar para alguns médicos para que eles experimentassem uma fibra sem sabor. Desta oportunidade nasceu a ideia de servir jantares às cegas. De lá para cá Mariana e Adriana estudaram o assunto, melhoraram, aprimoraram a experiência sensorial e vêm criando novos pratos para esses eventos.

O Duas Terezas nasceu para servir comida de afeto, e assim pretende seguir. “Eu quero que meu cliente possa comer um feijão maravilhoso, bem temperado. Ou um bolinho de chuva, um creme de milho. Essas receitas fazem parte da nossa memória afetiva, mas a gente quase não tem tempo para prepará-las. Nosso objetivo é trazer de volta essas memórias. Não há nada melhor do que um café coado na hora e uma colherada de brigadeiro mole”, diz Mariana.

Com a mudança para o novo endereço, o Duas Terezas passou a contar com dois andares. Surgiu, assim, a oportunidade de atender eventos, também. E como inovar sem perder sua essência é uma preocupação constante das empreendedoras, a proposta de servir comida de afeto também nessas ocasiões se mantém. E aí está outro diferencial em relação aos demais buffets. “Sabe aquele casamento chique que você foi e tinha uma mesa de doces linda, mas o sabor era decepcionante? Então! Isso não teria acontecido com um doce de abóbora, ou com um pudim. Nossa proposta tem sido fazer cardápios inspirados na história dos noivos. Fazer pratos que contem a história do casal. E tem sido incrível – além de ser superexclusivo, verdadeiro e simples”, explica Mariana.

Como você viu no case do Duas Terezas, transformar os desafios em oportunidade, andar na contramão da concorrência e enxergar nos pequenos detalhes, como um cardápio personalizado – podem ser estratégias decisivas para o sucesso do seu negócio. 😉

 Esta matéria pode ser encontrada no Itaú Mulher Empreendedora, uma plataforma feita para mulheres que acreditam nos seus sonhos. Não deixe de conferir (e se inspirar)!

 

 

 

4543 Total Views 1 Views Today
Veja também:

Como é ser escritor sendo, também, neto de Graciliano Ramos? Ricardo Ramos Filho é o Retrato da semana!

- 18 de outubro de 2019