SPONSORS:

Como mostrar os bastidores da sua empresa?

- 21 de agosto de 2019
Você sabia que mostrar o que acontece no dia a dia da sua empresa é uma ótima forma de envolver clientes e fazer com que eles gostem mais de você? Confira nossas dicas!

Para construir um bom relacionamento com o público, você precisa criar conteúdo interessante para alimentar as redes sociais do seu negócio. Mas não basta saber disso. É necessário saber como fazer. Uma das maneiras mais legais de formar vínculos com quem te segue é mostrar os bastidores da empresa.

As pessoas estão cada vez mais atentas e querem saber de onde vem aquilo que estão consumindo. De acordo com a pesquisa Global Consumer Trends 2019, realizada pela Euromonitor International, o consumo consciente é uma forte tendência. Os produtos e serviços estão sendo desenvolvidos de forma ética? Respeitam o meio ambiente? Partem de um comércio justo?

Todas essas questões estão na mente dos seus clientes e potenciais clientes, e é por isso que falar dos bastidores de um negócio é tão importante. Quer saber como fazer isso de uma forma criativa e que realmente tenha valor para as pessoas? Separamos 7 dicas para te ajudar nessa missão! Podemos começar?

1. Conheça bem o seu público

Quais são as expectativas e valores do seu cliente? O que eles priorizam? O que não perdoariam? Tendo essas respostas, você já consegue descobrir o que eles querem saber.

Isso vale tanto para um negócio de serviços quanto de produtos. Sim, às vezes é um pouco difícil pensar em tanto assunto para manter sua Página de Facebook e Perfil do Instagram ativos. Mas os seus processos de trabalho são um ótimo material para criar conteúdo. Basta saber o que apresentar às pessoas (e testar formatos como fotos e vídeos!).

 

2. Apresente a cultura da empresa

Aqui, vale mais do que nunca o princípio da honestidade: não adianta você dizer que seu negócio preza pela diversidade se, no cotidiano da empresa, as equipes são homogêneas e seus produtos e serviços são pensados para apenas um tipo de consumidor.

Toda estratégia de comunicar os bastidores deve ser condizente com a essência da sua empresa, os valores, o que você tem de interessante para mostrar. Vamos combinar: a Página de um escritório de advocacia tende a ser mais formal – já que isso faz parte do tipo de negócio – do que o de um salão de beleza. Todos os nichos são interessantes e ricos em material. Só precisam encontrar a linguagem certa e os assuntos adequados dos bastidores para apresentarem ao público.

 

3. Mostre quem faz tudo acontecer: a sua equipe!

Humanizar um negócio faz com que seu público se sinta mais próximo dele. E como fazer isso? Mostrando pessoas que fazem parte da empresa e seus talentos. Uma marca sem rosto pode causar a estranha sensação de distanciamento. Apresentar seu time e o que ele tem a dizer é uma maneira de comunicar que você valoriza as pessoas. Essa medida pode funcionar, principalmente, para empresas de serviços, que dispõem de menos recursos visuais para posts.

Por exemplo: se você tem uma papelaria artesanal, pode postar um vídeo de uma artesã da equipe que é especialista em um tipo de encadernação explicando rapidamente o trabalho dela. Já um pequeno negócio de consultoria vai se beneficiar se um dos consultores responder dúvidas do público sobre seu assunto de domínio. Um jeito de fazer isso e gerar interatividade instantânea é mostrar o dia a dia de trabalho em tempo real, fazendo uma Live.

 

4. Mostre a sua rede de parceiros

Aqui, não estamos falando só do que acontece dentro da empresa: ser transparente envolve, também, mostrar sua relação com seus fornecedores e com a rede de distribuição, por exemplo. Essa é uma forma de exibir para o seu público a complexidade por trás daquilo que ele consome e serve até mesmo para justificar o preço de um produto ou serviço vendido por você.

Se você tem um pequeno restaurante e suas fotos de pratos prontos sempre fazem sucesso, uma boa ideia é apresentar de onde vêm os ingredientes e como são escolhidos, qual é o caminho de um legume da colheita até o prato do cliente.

Ao falar de cadeia produtiva, é importante focar em consumo consciente. Seu cosmético foi testado em animais? Os bordados manuais da jaqueta que você vende foram remunerados de forma justa para as bordadeiras? Se sua cadeia produtiva for realmente ética e não baseada na exploração, mostrá-la é uma maneira eficiente de influenciar a decisão de compra do consumidor.

 

5. Publiquei making of dos seus trabalhos

Além de ser transparente, é preciso ser interessante. Seu público tem muita curiosidade para saber como um determinado produto ou serviço é feito e apresentado ao mundo. Por isso, o chamado making of é bem-vindo no seu Feed. Com vídeos curtos, até mesmo no Stories, um fotógrafo profissional pode, por exemplo, mostrar um registro do seu processo de trabalho enquanto fotografa a natureza.

O público vai amar ver que por trás do glamour da imagem pronta, existe muito suor e até alguns truques para aprimorar o trabalho.

Já uma marca de sapatos e bolsas pode mostrar o making of de sua campanha da temporada, com registros do estúdio, das modelos se arrumando, do trabalho de elaboração de cenário. O material vai servir como um aperitivo para as pessoas.

 

6. Mostre suas criações e teste suas ideias

E isso é diferente de fazer um making of.

Para que uma empresa ofereça uma gama de produtos e de serviços, muitos testes são feitos – e muitos erros e tropeços acontecem – na fase de concepção da ideia, certo? Mesmo que um projeto não se concretize nessa etapa, mostrar esse processo pode ser interessante, especialmente se você criar maneiras de interagir com o público.

Imagine que um ilustrador está fazendo uma série de experimentações para um projeto autoral. Nisso, faz tentativas com várias cores, estilos de traço, técnicas (grafite, nanquim, aquarela, etc). O público vai gostar de participar da concepção dessa arte, e pode até opinar tanto em posts quanto em Stories por meio de enquetes: “qual cor vocês preferem?”, “qual técnica vocês gostam mais?”. É, ainda, uma oportunidade preciosa para conhecer os gostos e preferências do público.

O mesmo vale para um negócio de serviços. O empresário pode, nas suas redes sociais, mostrar um resumo de seu brainstorm com imagens, gifs e outros recursos, e também propor votações. Por exemplo: “qual pacote de serviços faz mais sentido para você?”, apresentando algumas opções.

 

7. Compartilhe conhecimento

Essa é uma das formas mais genuínas de aproximação com seu público. Alguns empreendedores temem “entregar de mão beijada” o que sabem, eliminando a possibilidade de uma contratação ou mesmo favorecendo a concorrência. Esse medo é um grande erro!

Vamos ter em mente duas situações:

No primeiro caso, imagine que uma consultora de estilo quer encontrar mais clientes. Divulgar pequenas pílulas sobre estilo na sua página (como coordenar cores ou dicas para transformar um visual diurno em noturno, por exemplo) é uma maneira de mostrar ao seu público sua competência técnica para prestar o serviço que você oferta. Essas amostras não te afastam do seu objetivo comercial. Pelo contrário: criam uma relação sólida para que, quando alguém pensar naquele assunto específico, pense automaticamente no seu nome.

O outro exemplo é do ramo de produtos. Suponhamos que você faça bombons artesanais e os comercialize pelo Instagram. Seu público vai querer saber curiosidades sobre a iguaria, como a temperatura correta para temperagem do chocolate meio amargo. É provável que seus concorrentes já saibam disso (não é como se fosse uma entrega de segredo industrial, não é?), mas seus clientes, não. Você sai na frente ao alimentar primeiro a curiosidade de quem te acompanha no melhor estilo “você sabia que…?”.

 

O post original desta publicação está aqui. O Facebook Para Empresas quer orientar e empoderar micro, pequenos e médios empreendedores no Brasil. Você pode conhecer mais acessando facebook.com/business, a Página Facebook Para Empresas ou o brand channel do Facebook no site do Draft.

 

1685 Total Views 1 Views Today
Veja também: