SPONSORS:

“Incluímos a comunidade na prevenção e no tratamento de doenças psíquicas e emocionais”

- 21 de setembro de 2018
"Os desafios foram e são grandes: um dos maiores é gerir pessoas, mantê-las motivadas e com resultados", conta Paola.

 

Formada em Direito, Paola Miranda atuou como advogada durante 7 anos, chegou a lecionar algumas disciplinas e começou um mestrado. Mas acabou mudando os planos, e abandonou a área jurídica para se dedicar à gestão da clínica na qual era sócia, em Monte Sião, Minas Gerais.

Para fazer uma boa gestão do negócio, Paola investiu intensamente em sua capacitação e, em 2017, participou do Aceleração Itaú Mulher Empreendedora.  Aqui ela compartilha suas impressões sobre essa experiência como acelerada e conta como as aulas ampliaram sua visão em relação ao marketing e outros setores da clínica.

Como nasceu a Clínica Monte Sião?

Sempre desejei ter minha própria empresa. Acredito que fui motivada por meu pai, que possui um negócio e dizia que apesar dos inúmeros desafios, empreender é sempre uma ótima opção. A ideia de ter uma clínica médica foi do meu agora marido (na época namorado), enquanto eu ainda tinha meu próprio escritório, e atuava como advogada.

Meu marido é médico e ficava muito insatisfeito com a qualidade do atendimento que era prestado na região, principalmente quando ele encaminhava o paciente para outra especialidade e posteriormente o paciente voltava com prescrições inadequadas, desapontado com o atendimento ou o profissional. Quando ele montou o consultório, abriu uma sala no mesmo prédio em que eu tinha meu escritório. Pouco tempo depois percebemos que precisaríamos de um espaço maior e de mais profissionais, pois havia uma demanda reprimida, insatisfeita com os atendimentos de saúde prestado em outros locais.

Sentíamos que tínhamos capacidade de fazer algo melhor para os clientes, oferecer um atendimento melhor e mais caloroso, e proporcionar mais satisfação para a outra ponta, ou seja, os profissionais da área médica. No fim de 2014 nos mudamos para uma casa, onde hoje é a nossa matriz, em Contagem, região metropolitana de BH, e mesmo assim continuei advogando, dividindo meu tempo entre administrar a clínica e o escritório.

Crescemos mais rápido do que imaginávamos, saltando de 3 profissionais no primeiro ano para quase 30 em 3 anos, multiplicando o número de atendimento semanal em 11 vezes e, ao perceber o tamanho do desafio que havíamos encontrado, comecei em 2016 a fazer alguns cursos e participar de grupos de empreendedores, para conseguir entender melhor esse universo, aprimorar conhecimento e me capacitar para a gestão do negócio. E em paralelo começamos a modelar de forma mais intensa e preparada o que tínhamos nas mãos, a Monte Sião era a concretização de um sonho em fazer algo por aqueles que podiam menos, sem desvalorizar o profissional, e precisávamos de uma visão de negócio mais clara, para que pudéssemos seguir crescendo.

Em 2017 percebemos que dedicar meio período para a administração da clínica já não seria suficiente, decidimos que era a hora de crescer e mudar a roupagem do negócio. Abrimos uma filial em uma cidade próxima (Betim), na região em que eu cresci e entendemos que era o momento de começar a nos especializar em um nicho.

O meu marido e sócio é psiquiatra, a paixão dele pela área também despertou meu interesse no assunto (somada a minha questão pessoal: conheço várias pessoas que passaram ou estão passando por problemas emocionais, inclusive, eu).

Além disso, identificamos que nossa maior demanda (quase 60% dos atendimentos) era na área de saúde mental e emocional. Dados da OMS sinalizam que até 2020 a depressão será a doença mais incapacitante do mundo. Ainda assim, o desconhecimento da população acerca da temática é muito grande. Com esse cenário, decidimos que esse seria nosso campo central de atuação. Assim, em meados de 2017 fechei meu escritório de advocacia e passei a me dedicar 100% à gestão das duas clínicas.

Como funciona a empresa?

Somos uma clínica de especialidades médicas com foco em saúde mental e emocional, nosso maior diferencial. Atendemos consultas particulares com preços mais acessíveis e convênios médicos. Temos atenção especial ao atendimento, proporcionamos um clima mais agradável e que não reporte tanto a um ambiente de saúde. Por isso, mesmo, optamos por instalar nossa matriz em uma casa. Nossas recepcionistas são treinadas para desenvolver um vínculo com o paciente, para que se sinta mais acolhido, nosso corpo clínico é formado por profissionais que prezam pelo atendimento mais humanizado (oferecendo um bom dia, um aperto de mão, ou mesmo buscando o paciente na recepção).

Incluímos a comunidade na prevenção e no tratamento de doenças psíquicas e emocionais. Temos grupos de acompanhamento para os pacientes, como por exemplo o grupo infantil, que trata de assuntos ligados à infância e que tem como foco principal a prevenção da ansiedade e depressão; ou o grupo de pais, que oferece ferramentas e apoio na educação dos filhos.

Além de atendermos a demanda de saúde mental, possuímos outras especialidades e também desenvolvemos grupos de acompanhamento de pacientes portadores de doenças crônicas, como diabetes e hipertensão. Nesse projeto, os pacientes identificados como portadores de alguma patologia crônica são catalogados e acompanhados. Por exemplo, lembramos a data da próxima consulta com especialista ou a necessidade de realizar algum exame nesse período, diminuindo assim os riscos de agravamento da doença e o número de internações. Nossos grupos possuem custo baixo e têm trazido bons resultados, pois melhora de forma integral a saúde dos pacientes e diminui os gastos oriunda do agravamento da doença.

Também fazemos palestras gratuitas de conscientização acerca de várias temáticas ligadas a saúde física e emocional, para disseminar o conhecimento desses assuntos.

Nosso maior objetivo é fornecer tratamentos assertivos e de qualidade com preços acessíveis à todas as classes sociais, inclusive às mais esquecidas; tudo isso sem desvalorizar o profissional de saúde.

Os médicos são prestadores de serviço que recebem um percentual do valor recebido pela consulta. Contamos com um corpo clínico composto por colegas engajados e muito competentes.

Como é a sua atuação na empresa?

Sou sócia-fundadora e gestora da clínica, atuo diretamente com minha equipe de funcionários e médicos, além de ter contato direto com os pacientes e parceiros. Estou na linha de frente diariamente, e sou responsável juntamente com meu sócio pela gestão estratégica e financeira da empresa, além de ser responsável por parcerias e novos negócios.

Como foi no início? 

O começo pareceu mais fácil do que realmente é. Tínhamos apenas a visão romântica e convicção de que mudaríamos o cenário da saúde local, sobretudo em relação à saúde mental. Confesso que fomos otimistas e acreditamos muito no potencial do negócio e na capacidade de gerar transformação e contribuir socialmente. Os desafios foram e são grandes: um dos maiores é gerir pessoas, mantê-las motivadas e com resultados. Esta é uma tarefa desafiadora e que me faz crescer diariamente. O mercado também nos desafia, sobretudo na cidade onde temos nossa matriz, pois a concorrência é grande e manter a qualidade com preços competitivos não é fácil.

Meu maior medo, no início, era não conseguir seguir com o negócio, por razões financeiras ou emocionais (eu mesma tive crises de ansiedade e fiz tratamento durante um período, sei das dificuldades em se encontrar um bom profissional e um tratamento que gere adesão). Esse medo foi superado no instante em que fomos selecionados para participar, em 2017, do Aceleração Itaú Mulher Empreendedora, realizado em parceria com a FGV. Ser aprovada já nos encheu de esperança, sentimos que não estávamos sozinhos e que alguém confiava no que estamos fazendo.

Por que você resolveu se inscrever para participar do Aceleração?

Todos os cursos que fiz pelo programa Itaú Mulher Empreendedora agregaram valor tanto para a minha vida pessoal como para a profissional. Ao saber do Aceleração, não pensei duas vezes, principalmente por entender que seria algo mais completo e intenso.

Quando vi a programação, o conteúdo abordado e sobretudo que seria na FGV, fiquei ainda mais empolgada. Sabia que seria um divisor de águas na minha vida, era exatamente o momento de transição da carreira, eu deixava de ser advogada e mergulhava integralmente no universo empreendedor de saúde. Estávamos inaugurando nossa segunda unidade e precisávamos de ideias sobre finanças, pessoas, marketing e outros temas, o programa trazia tudo isso, e ainda network com uma séria de mulheres surpreendentes.

Participar do Aceleração valeu a pena?
Valeu demais ter entrado no programa de Aceleração, e por vários motivos. Primeiro, porque fiz conexões com mulheres que levarei para vida, criamos uma rede de união, troca de aprendizado e experiências que me faz aprimorar todos os dias a minha gestão e minha visão tanto do negócio quanto da minha liderança. Segundo, as aulas ampliaram minha visão acerca de pontos que estavam ainda adormecidos na empresa, como o marketing, por exemplo.

Depois da aceleração contratamos uma pessoa para administrar nossas redes sociais e pela primeira vez começamos a prospectar clientes. Também começamos a interagir mais com nosso público pelas redes sociais. Além disso, percebemos que precisávamos criar um setor financeiro independente com uma pessoa específica para isso, iniciamos um processo de contratação de uma pessoa para nos auxiliar nessa tarefa, e hoje o setor caminha bem. Os primeiros resultados vieram com o feedback dos médicos que têm elogiado a nossa mudança na gestão, e os próprios funcionários já estão mais motivados.

No Aceleração ainda conheci muitas grandes mulheres, e acabei convidando uma delas para me mentorar. Ter alguém que está alguns passos a frente, me auxiliando e compartilhando experiências tem sido um animo a mais, e essa decisão por um mentor só foi possível graças a alguns aprendizados durante o Aceleração. Para completar, depois da apresentação final do nosso plano de crescimento, conseguimos uma indicação para uma outra aceleradora, que está super interessada no nosso trabalho. No momento estamos conversando sobre a possibilidade, já que isso poderia incluir um investidor no nosso negócio.

 Qual foi a sua maior conquista até aqui?

Profissionalmente foi assumir a gestão de uma equipe e de um negócio de forma integral, descentralizar as atividades e aprender a delegar mais, pensando como empresa grande, para ser grande. Pessoalmente foi compreender que não atuar na minha área de formação não era nenhum pecado. Senti uma certa dificuldade em fazer a transição, mesmo sabendo que era a melhor escolha naquele momento.

Qual é o seu sonho? 

Tornar nosso projeto Monte Sião uma realidade no Brasil e permitir que mais pessoas tenham acesso a tratamentos de saúde de qualidade, sobretudo na esfera emocional e psíquica.

Se pudesse dar apenas uma dica para quem está querendo empreender, qual seria?

Busque capacitação, leia muito e converse com pessoas que já estão desenvolvendo algum negócio. O network amplia nossa visão.

Quais seus planos para o futuro?  

Pretendemos expandir nossa atuação em relação à saúde mental e emocional, estamos desenvolvendo um projeto novo que será conectado à Monte Sião, mas focado para pessoas que estejam “funcionais” (pessoas que já tenham estabilizado seu quadro emocional).

 

Para saber mais

Clínica Monte Sião

O que faz: Atendimento ambulatorial em diversas especialidades médicas e terapêuticas, exames e pequenos procedimento. Foco na saúde mental e emocional.

Sócios: Lucas Campos Farnese e Paola Moras de Miranda

Funcionários: 8 funcionários e 2 estagiários.

Sede: Contagem/MG

Início das atividades: março de 2014

Investimento inicial: 10 mil reais

Contato:  gerencia@clinicamontesiao.com.br /contato@clinicamontesiao.com.br

 

Esta matéria pode ser encontrada no Itaú Mulher Empreendedora, uma plataforma feita para mulheres que acreditam nos seus sonhos. Não deixe de conferir (e se inspirar)!

 

NOVO BANNER

Veja também:

“Sempre trabalhei em áreas dominadas por homens, mas nunca deixei que isso me intimidasse”

- 14 de dezembro de 2018
1283 3 0