SPONSORS:

Lets.events gerencia listas de convidados para eventos e gera relatórios de audiência

- 26 de abril de 2017

Nome:
Lets.events.

O que faz:
Gerencia listas de convidados para eventos.

Que problema resolve:
A ideia dos fundadores é que organizadores de evento economizem tempo gerenciando listas e o check-in de seus convidados e aproveitem o potencial de marketing dessas listas.

O que a torna especial:
O Lets.events permite que o organizador do eventos crie múltiplas listas e compartilhe links para que os convidados participem nelas. Todo participante se torna um contato que pode ser trabalhado em estratégias de marketing.

Modelo de negócio:
Por enquanto, o produto é gratuito. Depois, os sócios querem trabalhar com o modelo freemium, oferecendo ao clientes acesso gratuito a algumas funcionalidades da plataforma e planos pagos para ter acesso a funcionalidades mais avançadas.

Fundação:
Janeiro de 2015.

Sócios:
André Araújo Oliveira – CEO
Samuel Brandão – CTO
Guilherme Marques – CPO

Perfil dos fundadores:

André Araújo Oliveira – 42 anos, Belo Horizonte (MG) – formado em Publicidade e Propaganda. Tem 20 anos de experiência como produtor de eventos, é sócio-proprietário de casas de shows há 16 anos e ex sócio-proprietário de uma empresa de áudio, vídeo e automação de residências.

Samuel Brandão – 32 anos, Brasília (DF) – formado em Ciência da Computação na Universidade de Milão. Começou a programar aos 11 anos e a trabalhar profissionalmente aos 19. É desenvolver freelancer, fundador da startup Miviro (plataforma para gerenciamento de grupos de turismo), trabalhou na Wertix CMS e foi desenvolvedor sênior na 77agency (Itália).

Guilherme Marques – 32 anos, Belo Horizonte (MG) – formado em Direito e Relações internacionais. Foi estagiário na Human Rights Watch, professor de inglês na Mundy Idiomas, foi fundador do e-commerce Use Lolly e da start Up Miviro, além de desenvolvedor front-end e back end na 77agency.

Como surgiu:
André conta que, na época em que gerenciava uma casa de shows, percebeu a necessidade de uma ferramenta que trabalhe listas de participação de modo simples e intuitivo, reduzindo o tempo gasto na gestão dos convidados.

Estágio atual:
Todos os colaboradores trabalham remotamente. A plataforma está em fase de testes, com mais de 300 eventos registrados, quase 10 mil usuários cadastrados e 60 mil nomes em listas.

Aceleração:
Participou do primeiro Start Up Rio.

Investimento recebido:
Não houve.

Necessidade de investimento:
Os sócios estão formatando um plano de negócios para buscar investidor.

Investimento necessário:
A estimativa é de 1 milhão de reais.

Mercado e concorrentes:
“O Lets.events foi desenvolvido para abranger eventos de qualquer tamanho cuja participação dependa de uma lista de convidados ou RSVP”, diz André. A concorrência, segundo ele, é formada por sistemas de vendas de ingresso e processos tradicionais de organizar eventos, como planilhas e emails. O AWE também tem um sistema de gerenciamento para eventos, mas faz uso de QR Codes no processo, algo que a Lets não usa.

Maiores desafios:
“Estruturar venda e marketing do modo correto para conseguir novas empresas e organizadores de eventos usando o sistema, sem cair a qualidade do desenvolvimento”, segundo André.

Faturamento:
Ainda não fatura.

Previsão de break-even:
Em um ano e meio.

Visão de futuro:
“Queremos cada vez mais ser referência em organização de eventos de qualquer tipo, continuar a oferecer e criar novas soluções que resolvam problemas reais”, diz o CEO.

Onde encontrar:
Site

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Mas, se você tem uma ideia e ainda não sabe como estruturá-la em uma estratégia de negócios, escreva para mentoria@projetodraft.com e conheça nosso novo serviço de Mentoria.

Veja também:

Shawee e a arte de ganhar dinheiro ajudando empresas a fazer hackathons e gerir os dados criados

- 1 de março de 2018
Após sentirem, na prática, as dificuldades de organizar hackathons, Rodrigo (à esquerda) e Abraão fundaram a Shawee.

Conheça as empreendedoras por trás do Mercado Manual. Elas lucram com consumo ético e artesanato

- 4 de maio de 2017
6312 4 0
Patricia (agora sócia da empresa) e as fundadoras Karine e Daniela: crescimento, críticas e novos horizontes à vista.

Um mergulho na história da Sympla, a maior plataforma de eventos online do país

- 2 de maio de 2017
Equipe da Sympla: a maior plataforma de eventos online do país tem hoje 130 funcionários, sediados em Belo Horizonte.