SPONSORS:

Levaí, um marketplace para contratar carretos e fretes urbanos

- 17 de março de 2016

Nome:
Levaí.

O que faz:
A empresa tem um marketplace de carretos e fretes urbanos. A plataforma oferece opções para pessoas que precisam contratar profissionais com carretos, retirar móveis usados de casa ou buscar encomendas.

Que problema ela resolve:
A empresa busca facilitar a procura dos clientes por carretos, que costuma começar por indicações de amigos e parentes. Pelo site ou pelo aplicativo, o cliente preenche as informações básicas (endereço de retirada e destino, data do transporte e inventário) e recebe indicações para atender à demanda.

O que a torna especial:
A operação funciona no modelo da economia on demand, onde o usuário pode avaliar o serviço prestado. Em horário comercial, os orçamentos são enviados em até uma hora. A plataforma também indica profissionais que podem levar móveis que o cliente não quer mais até o ecoponto da prefeitura.

Modelo de negócio:
A empresa cobra uma comissão por serviço contratado.

Fundação:
Maio de 2015.

Sócios:
Bruno Müller – CEO e fundador

Perfil do fundador:

Bruno Müller – 33 anos, Petrópolis (RJ) – formado em Turismo e Publicidade na Universidade Estácio de Sá e pós-graduado em Gestão Empresarial. Passou por empresas como Bradesco Seguros, Smartia Seguros Online, Wdev, Litoral Verde Viagens. Ficou em segundo lugar no primeiro Startup Weekend Fintech, realizado em SP.

Como surgiu:
A ideia surgiu em setembro de 2014, após Bruno se mudar para São Paulo. “Achei muito complicado encontrar profissionais confiáveis para realizar minha mudança”, conta. De setembro 2014 até maio 2015, ele desenvolveu o modelo de negócio e MVP para testes. Depois, lançou o app e a plataforma web.

Estágio atual:
Atualmente, a empresa opera em um coworking localizado em Perdizes, em São Paulo. Mais de 3 mil pessoas já utilizaram a plataforma.

Aceleração:
Buscam.

Investimento recebido:
Não receberam investimento externo.

Necessidade de investimento:
Buscam 400 mil reais para investir em melhorias na plataforma e publicidade.

Como vê o mercado:
“O mercado de logística no Brasil movimenta por ano mais de 8 bilhões de reais. Mesmo assim, poucas empresas atuam no ramo de transportes urbanos focado no B2C”, diz Bruno. O CEO não cita concorrentes diretos, mas o uShip oferece um serviço semelhante.

Maiores desafios:
Ampliar a atuação para todo o Brasil.

Faturamento:
Não informado.

Previsão de break-even:
Já atingido.

Visão de futuro:
“Queremos oferecer qualidade, segurança e um preço justo. E virar a referência em transportes urbanos para o público final”, diz Bruno.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

4339 Total Views 8 Views Today
Veja também:

“Para mudar, estou tirando as peles, as máscaras, os disfarces e indo na essência de quem eu sou”

- 7 de junho de 2019

A TruckPad foi lá e fez: é uma transportadora sem caminhões, que cresce ao conectar motoristas a cargas

- 25 de abril de 2018
Carlos vinha do setor de transportes de carga e precisou de imbuir do "espírito" de startup para trazer inovação a um ramo bem tradicional.