SPONSORS:

O Onde Toca ajuda na divulgação de estabelecimentos que oferecem música como atração

- 10 de abril de 2019

Nome:
Onde Toca.

O que faz:
É uma plataforma de mapeamento de bares, restaurantes e casas de show que ofertam algum tipo de música para seus clientes e divulgação de músicos e bandas que se apresentam nestes estabelecimentos.

Que problema resolve:
Busca resolver o problema de divulgação dos trabalhos dos músicos, bandas, luthiers e DJs, além de atender a necessidade dos usuários que gostam de ouvir um bom som, assim como de estabelecimentos (bares, restaurantes, casas de shows e eventos) que precisam divulgar suas agendas musicais de forma direcionada.

O que a torna especial:
Segundo o fundador, a plataforma entrega ao usuário informações precisas (local, data, hora, estilo musical, músico/banda) dos locais que ofertam a música que ele quer ouvir. Também permite que ele monte o seu perfil de entretenimento na plataforma (estilos musicais, comidas, bebidas e tipos de ambiente de sua preferência), para que possa ser avisado a respeito de eventos que sejam de seu interesse. Além disso, ele pode avaliar os locais visitados e ranqueá-los.

Modelo de negócio:
Por enquanto, a plataforma é oferecida de forma gratuita para formar uma base de 1,5 milhão de usuários. A monetização será feita através de anuidades pagas pelos bares, restaurantes, casas de show, músicos e bandas. Os valores vão de 178,80 a 598,80 reais, dependendo do perfil do parceiro, e são divididos em 12 parcelas mensais.

Fundação:
Dezembro de 2016.

Sócios:
Antonio Carlos Palmeira Salles — CEO
Adewale Andrade — CTO
Paulo Meyra — CMO
Heliton Castelo Branco — Investidor

Perfil do fundador:

Antonio Carlos Palmeira Salles — 59 anos, Maceió (AL)  é formado em Ciência da Computação pela Universidade Federal da Paraíba. É facilitador de programas comportamentais de empreendedorismo e liderança na PCenter Consultoria e diretor executivo do Mashup Web Aplicativos.

Como surgiu:
Antonio conta que é músico amador e foi proprietário de restaurantes, sendo ainda hoje consultor na área de gastronomia. Como amante de boa música, ele afirma que sempre sentiu dificuldade de divulgar em seu estabelecimento, a agenda musical do restaurante, com o objetivo de trazer público com um gosto específico. Além disso, ele fala que ao sair de sua cidade, onde já conhecia os locais, era ainda mais complicado encontrar bares e outros lugares que tocassem o estilo musical que gostaria de ouvir. Foi daí que surgiu a ideia de criar a plataforma.

Estágio atual:
O Onde Toca conta com mil estabelecimentos cadastrados em todas as capitais do Brasil e várias cidades do interior.

Aceleração:
A plataforma participou recentemente de um processo de aceleração em Salvador, promovido pelo Grupo Rede+ e Jornal Correio da Bahia.

Investimento recebido:
Recebeu 145 mil reais, entre aporte dos sócios (25 mil reais) e do investidor (120 mil reais)

Necessidade de investimento:
A startup está abrindo uma rodada de captação para buscar 200 mil reais em troca de 10% de participação societária para investir em marketing.

Mercado e concorrentes:
“No Brasil existem mais de 1,1 milhão de músicos, mais de 350 mil bandas, mais de 1,2 milhão de bares e restaurantes, além de uma boa quantidade de DJs, lojas de instrumentos musicais, escolas de música, orquestras etc. Nossas projeções indicam que se conseguirmos trazer para o Onde Toca 0,3% deste mercado como parceiros, teremos um bom negócio”, afirma Antonio. Ele cita como concorrente o próprio Trip Advisor e o Google, mas de acordo com o CEO, estas plataformas não informam o público de forma segmentada como faz o Onde Toca.

Maiores desafios:
“Fazer com que os estabelecimentos mantenham suas agendas musicais atualizadas, além de encontrar a melhor maneira de, através do marketing, chegar aos potenciais usuários”, conta o fundador.

Faturamento:
Ainda não fatura.

Previsão de break-even:
2022.

Visão de futuro:
“Ser a mais conhecida startup do ramo e líder no mercado de informações sobre onde toca música, inclusive com a possibilidade de internacionalização”, diz Antonio.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho, mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

1538 Total Views 2 Views Today
Veja também:

“Sentia a energia das pessoas, do local e ia entendendo qual som era necessário. Era a música vibrando cura”

- 5 de julho de 2019

Como a FindUP encurtou o caminho entre técnicos de informática e redes varejistas na América Latina

- 28 de agosto de 2018

A MindMiners põe, literalmente, na palma da mão um serviço historicamente custoso: pesquisas de opinião

- 14 de junho de 2018
Sem experiência na área de pesquisa de opinião, Renato Chu e os sócios conseguiram tornar mais ágil e barata a a coleta e análise de informações sobre consumidores.