SPONSORS:

Ela perdeu tudo, mas se recuperou e dobrou o tamanho da fazenda. Conheça os Orgânicos da Fátima

- 18 de julho de 2019
Uma comunidade fiel criada pelo Facebook garantiu a Fátima que ela teria seus clientes de volta assim que se reerguesse.

Calculando os estragos que as enchentes na região serrana do Rio de Janeiro causaram em seu negócio, Fátima viu uma flor desabrochar em meio à lama. Foi a motivação perfeita para um momento tão difícil: ela soube que era possível fazer seu negócio renascer. Conheça a trajetória dos Orgânicos da Fátima, que hoje é referência na venda e distribuição de produtos orgânicos no Rio de Janeiro:

 

“Sempre priorizei a alimentação saudável, especialmente depois que me me tornei mãe. Por isso, no começo dos anos 2000, vendi tudo que tinha e comprei um sítio em uma área rural de Petrópolis (RJ), onde passei a cultivar produtos orgânicos.

Era um tempo em que as pessoas nem sabiam direito o que era um alimento orgânico, então foi difícil encontrar os primeiros clientes. Minha estratégia foi buscar possíveis clientes na lista telefônica e começar a fazer ligações, para saber se existiam pessoas interessadas em receber uma cesta de legumes minha. Uma dessas pessoas foi o chef Claude Troisgros, que não só passou a comprar meus produtos como criou um prato com meu nome eu seu restaurante, a torta de mini-legumes da Fátima. Foi quando fiquei conhecida e meu negócio, que passei a chamar de Orgânicos da Fátima, começou a dar certo. Minha fazenda chegou a ter o equivalente a 5 campos de futebol só de plantações!

Em 2011, porém, levei um duro golpe: as chuvas de verão destruíram tudo. Plantações foram inteiramente perdidas, estufas foram arrastadas pela água e tudo ficou repleto de lama e entulho. A terra ficou improdutiva, e eu precisei recomeçar do zero em outro lugar. Foi aí que uma comunidade maravilhosa enorme se revelou: meus clientes, que sempre acompanhavam meu trabalho pela Página do Facebook, disseram que iriam esperar eu me reerguer e que voltariam a comprar meus legumes assim que eu voltasse a produzir. Aprendi aí o poder de compartilhar a minha história: dividi o meu progresso na Página, sempre falando do andamento do plantio, e notei que as pessoas passaram a torcer por mim e fazer parte da minha jornada.

Quando consegui me estabelecer de novo, meu trabalho se tornou ainda maior: a fazenda que tenho hoje, com o dobro do tamanho da anterior, atende não só restaurantes, mas clientes que fazem assinaturas de cestas orgânicas. Também promovemos piqueniques com os alimentos que cultivamos aqui e damos cursos de criação de hortas.

Tudo isso só é possível porque o Facebook me deu uma plataforma não só para criar uma vitrine para o meu trabalho, mas também uma comunidade única, repleta de gente que tem uma linha direta comigo e que me acompanha e apoia todos os dias.”

Fátima Anselmo tem 55 anos e é a criadora dos Orgânicos da Fátima, seu empreendimento voltado para a venda de alimentos orgânicos. Você também pode saber mais sobre o trabalho dela pelo Instagram, em https://www.instagram.com/organicosdafatima.

 

O post original desta publicação está aqui. O Facebook Para Empresas quer orientar e empoderar micro, pequenos e médios empreendedores no Brasil. Você pode conhecer mais acessando facebook.com/business, a Página Facebook Para Empresas ou o brand channel do Facebook no site do Draft.

3387 Total Views 2 Views Today
Veja também:

Ter filhos e, assim, entender melhor os pais: Marcelo Candido Melo é o Retrato da semana

- 9 de agosto de 2019

Quem é você quando seu cérebro te trai? Mariana Nobre é o Retrato da semana

- 2 de agosto de 2019