SPONSORS:

Podcast Company, uma rede de publicidade para ajudar podcasters

- 15 de agosto de 2016

Nome:
Podcast Company.

O que faz:
A startup conecta, por uma plataforma web, empresas anunciantes com produtores de podcasts.

Que problema resolve:
De acordo com o sócio João Cristofolini, o objetivo da empresa é ajudar podcasters a profissionalizarem seus trabalhos e monetizá-los. Para isso, eles criam diversos formatos de anúncios, de jingles a participações da empresa nos programas.

O que a torna especial:
A plataforma, que usa inteligência artificial, seleciona e divulga os anúncios para o perfil exato de audiência e público dos podcasts.

Modelo de negócio:
A empresa fica com 20% do valor investido nos anúncios.

Fundação:
Maio de 2016.

Sócios:
Ismael Ricardo Costa – Tecnologia
Fernando Volkmann – Administrativo e Operação
João Cristofolini – Comercial e Marketing

Perfil dos fundadores:

Ismael Ricardo Costa – 27 anos, Blumenau (SC) – formado em Sistemas da Informação pela FURB. É desenvolvedor web e mobile, foi sócio da ConnectMoves e Oppio Aplicativos.

Fernando Volkmann – 25 anos, Blumenau (SC) – formado em Sistemas da Informação pela Universidade Regional de Blumenau. Já trabalhou em empresas de tecnologia como SAP e T-Systems e é sócio da Das Bier Balneário Camboriú.

João Cristofolini – 26 anos, Blumenau (SC) – formado em Tecnologia e Marketing pela FURB. É empreendedor serial e já desenvolveu mais de sete negócios, de rede de franquia a startups. Fundou o Mais Educa, o MBA Empreendedor, Pegaki e ConnectMoves. Também é palestrante e autor do livro O que a escola não nos ensina.

Como surgiu:
“Como produtor de podcast, sei da dificuldade de monetizar esse trabalho”, diz João, que produz o ResumoCast, onde falar sobre livros para empreendedores. A partir da sua experiência, ele se uniu a Ismael e Fernando para desenvolver a solução.

Estágio atual:
A startup tem parceria firmada com grandes players anunciantes, agências e podcasts.

Aceleração:
Estão analisando propostas de mentoria e aceleração.

Investimento recebido:
O capital veio dos próprios sócios. O valor não foi informado.

Necessidade de investimento:
A partir de 2017, os sócios pretendem buscar investimento. Ainda não há valor definido.

Mercado e concorrentes:
“A previsão de crescimento de podcasts e ouvintes no Brasil é de mais de 30% neste ano. Ainda é uma mídia nova por aqui, mas se depender da referência do mercado americano, as perspectivas são bastante positivas”, diz João. Nos Estados Unidos, a startup Midroll faz um trabalho similar.

Maiores desafios:
Segundo os sócios, é “fazer o podcast sair de uma mídia de nicho e se tornar uma mídia de massa, de forma profissional”.

Faturamento:
Ainda não fatura.

Previsão de break-even:
Dezembro de 2016.

Visão de futuro
“Queremos ser o boo-box dos podcasts, com atuação global e ultrapassando a Midroll em volume de negócios”.

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

Mas, se você tem uma ideia e ainda não sabe como estruturá-la em uma estratégia de negócios, escreva para men[email protected] e conheça nosso novo serviço de Mentoria.

3014 Total Views 1 Views Today
Veja também:

A Netza fechou departamentos, engajou startups e agora lança sua aceleradora para afinar a sinergia

- 4 de julho de 2019

“Ninguém sentiu mais medo do que eu”: Adriano Silva é o entrevistado da semana no Retrato

- 3 de junho de 2019

“Aprendendo a perder o controle”: confira a estreia de Retrato, novo podcast do Draft!

- 24 de maio de 2019

“É compreensível que, em vez de mudar, as pessoas comprem coisas que prometam torná-las melhores”

- 24 de maio de 2019