SPONSORS:

Quando a cozinha conta histórias de vida e de afeto

- 4 de junho de 2015
Alexandra Gonsalez e Sonia Xavier, Cozinha de Afeto
Trabalho das jornalistas reúne histórias e receitas de mulheres imigrantes

“Acredito que o contato com a comida seja a nossa primeira relação de afeto. Desde cedo, o alimento nos liga à família, provoca reações como simpatia e aversão e, portanto, ajuda a contar a nossa história.

Sou descendente de italianos e espanhóis, e a comida sempre pontuou momentos especiais da minha vida: seja no cardápio preparado em casa para receber visitas ou em minha carreira como jornalista. Explico: durante quase sete anos trabalhei como repórter de turismo em um tradicional guia de viagens e percorria o Brasil visitando restaurantes.

Foi lá que eu conheci a colega e amiga Sonia Xavier (na foto à esquerda). A paixão pela gastronomia e nossa experiência rodando o país em busca de boas mesas nos inspiraram a escrever o livro Cozinha de Afeto, lançado este ano pela Editora Alpendre.

Nele estão compiladas 12 histórias de mulheres imigrantes, incluindo suas receitas preferidas. Optamos por publicá-lo em versão digital, mais viável e já bastante difundida. Além disso, esse formato nos reservou uma grata surpresa: os familiares dessas mulheres que vivem fora do país tiveram acesso ao livro instantaneamente!

Há personagens da América do Sul, África, Europa e até do Oriente Médio. Entre as mais velhas, algumas chegaram ao Brasil logo após a Segunda Guerra e trouxeram consigo uma trajetória de sofrimento. Foi emocionante ouvi-las recordar suas primeiras memórias ligadas à comida e as receitas mais especiais para elas.

Em comum, essas mulheres receberam as receitas de suas mães e avós e, ao chegar aqui, lidaram com a dificuldade de mudar de país. Impossível não associar suas histórias e dramas aos dos meus antepassados e até mesmo aos de novos imigrantes, a exemplo dos sírios e dos haitianos.

Apesar de o lançamento ser recente, temos recebido muitos comentários positivos. Ver essas histórias comovendo outras vidas além da nossa, mesmo em leitores que não têm ascendência estrangeira próxima, fez toda a apuração valer a pena. Afinal, afeto, histórias e receitas de família tocam qualquer pessoa.”

 

Alexandra Gonsalez, 42 anos, é jornalista e vive em São Paulo.

 

Esta matéria, e muitas outras conversas de marca da Natura, podem ser encontradas na Sala de Bem-Estar, na Rede Natura.

Seja bem-vindo! Envie a sua história para a gente. A Natura quer conhecê-la. A Natura quer publicá-la.

Veja também:

“Hoje é o meu último dia de Projeto Draft. O que aprendi no melhor emprego do mundo”

- 29 de março de 2019

Com curadoria de conteúdo, o canal A Vida no Centro busca ressignificar a imagem dessa região de São Paulo

- 27 de março de 2019

Aqui, a periferia é o centro do negócio. Como a Agência Mural evoluiu de blog para agência de notícias

- 4 de março de 2019

Elas criaram o Projeto A.Ch.A para estimular o comércio justo aproximando chefs e produtores de tomates raros

- 18 de fevereiro de 2019

Eles queriam fazer uma cervejaria boa e barata, num lugar legal. Acabaram encantando Belo Horizonte

- 24 de janeiro de 2019